O empate em um gol da noite de ontem (9), no Morumbi, puniu São Paulo e Bragantino. O São Paulo, sem competência para ganhar e com muita sorte para não perder, deixou de ser líder, pelo menos por um pernoite, e o Bragantino, sem competência para converter dois pênaltis, perdeu a chance de vencer, sair do rebaixamento e subir seis posições. O meia Raul, de 24 anos, ex-Vasco, fez o gol do Bragantino aos 8, e o atacante Luciano, de 27 anos, ex-Fluminense, empatou aos 33, ambos no segundo tempo.

OS PÊNALTIS – Ao contrário do dito popular, um raio pode sim cair duas, ou até mais vezes, no mesmo lugar. O Empire State, um dos edifícios mais altos do mundo – 443 metros -, no centro de Manhattan, em Nova York, é atingido por 25 raios a cada ano, e isso, quase sempre acontece oito vezes em menos meia hora, tal como sucedeu com o Bragantino, no segundo tempo. O meia Claudinho chutou pra fora o primeiro pênalti, aos 18, e o atacante Arthur mandou o segundo pênalti na trave aos 47.

SÃO PAULO – Tiago Volpi, Juanfran, Diego, Leo e Reinaldo; Tchê Tchê, Gabriel Sara (Hernanes) e Igor Gomes (Gonzalo Carneiro); Vitor Bueno (Paulinho Boia), Luciano e Brenner (Helinho). Técnico – Fernando DinizIgual ao Flamengo em pontos (17), vitórias (5) e empates (2), o São Paulo perdeu a vice-liderança para o Flamengo por menos quatro gols marcados (9 a 13). O São Paulo será visitante no próximo jogo, sábado (12), com o Santos, na Vila Belmiro.

BRAGANTINO – Cleiton, Aderlan, Leo Ortiz, Realpe (Ligger) e Edimar; Ryller, Mateus Jesus (Raul) e Claudinho; Arthur (Uilian Correia), Bruno Tubarão (Lucas Evangelista) e Ytalo (Alerrandro). Técnico – Maurício Barbieri. Décimo oitavo com 7 pontos – 1 vitória, 4 derrotas, 4 empates, negativo de cinco gols (9 a 14) -, o próximo jogo será com o Atlético Mineiro, domingo (13), no Mineirão.CINCO CARTÕES – Sávio Sampaio, de 35 anos, da Federação de Brasilia, com boa atuação, só recorreu ao VAR para confirmar o primeiro pênalti. Na parte disciplinar, controlou bem o jogo e aplicou cartões amarelos em Leo, Tchê Tchê e Luciano, do São Paulo, e em Edimar e Ryller.

COVID-19 – O presidente Carlos Augusto de Barros Silva, de 82 anos, do São Paulo FC, testou positivo para Covid-19 e está em quarentena. Iniciado em 2015, o mandato dele termina em dezembro e não concorrerá à reeleição. Os candidatos serão os paulistanos Julio Casares, diretor de marketing do clube desde 2004 e ex-superintendente do SBT, e Roberto Natel, sobrinho de Laudo Natel – 1920 – 2020 -, ex-governador de São Paulo e presidente que construiu o estádio do Morumbi.

Foto: Marcos Ribolli