Com o gol do atacante Vítor Bueno, emprestado pelo Santos, o São Paulo ganhou (1 x 0) do Atlético Paranaense, na noite de ontem (21), na Arena da Baixada, em Curitiba, em jogo adiado, que completou a décima terceira rodada do Brasileirão 2019, e ficou igual em pontos (30) ao Palmeiras e Flamengo, perdendo nos critérios de desempate, e a dois pontos do líder Santos (32).

QUINTA SEGUIDA – O São Paulo é o time que mais subiu nas seis rodadas depois da pausa para a Copa América. O tricolor paulista terminou as nove primeiras rodadas em décimo lugar com 14 pontos, 11 abaixo do então líder Palmeiras. Desde então, o São Paulo não perde há nove jogos, com cinco vitórias consecutivas. A última derrota, na sexta rodada, em 26 de maio, foi para o Corinthians (1 x 0), na Arena Corinthians.

JUNTOS E MISTURADOS – Com a oitava vitória em quinze jogos, o São Paulo é  quarto com 30 pontos – 6 empates, 1 derrota – e  saldo de 11 gols (20 a favor, 9 contra). O Palmeiras, terceiro com 30 pontos, empata em vitórias (8) com o São Paulo, mas tem vantagem no saldo de gols (14 a 11), com 24 a favor e 10 contra, e o São Paulo com 20 a favor e 9 contra.

O vice-líder Flamengo, também com 30 pontos – 9 vitórias, 3 empates, 3 derrotas -, tem o ataque mais positivo (32) do Brasileirão 2019, embora a defesa seja a mais vazada (18) dos quatro primeiros colocados. O líder Santos, com 32 pontos – 10 vitórias, 2 empates, 3 derrotas -, tem saldo de 11 gols com 25 marcados e 14 sofridos.

O AUTOR DO GOL – Vítor Bueno, 24 anos, 1,83m, destro, é do Santos, emprestado até o fim de 2020 ao São Paulo, com prioridade de compra. Paulista de Monte Azul, norte do estado, a 425 km da capital, o virginiano de 5 de setembro de 1994, começou no Botafogo de Ribeirão Preto e foi para o Santos, que o emprestou ao Dínamo de Kiev, capital da Ucrânia. Em abril de 2019 foi emprestado ao São Paulo.

Vítor Bueno aproveitou o cruzamento rasteiro do meia Liziero para fazer o gol, aos 40 minutos, no trigésimo quarto jogo do Brasileirão 2019 em que o placar foi definido no primeiro tempo. 1 x 0 é também o mais registrado em 150 jogos do atual campeonato. Bom dizer: desde que a Arena da Baixada foi inaugurada em 20 de junho de 99, foi apenas a segunda vitória do São Paulo, em 20 jogos com o  Atlético Paranaense, que ganhou 13 e empatou 5. A primeira vitória do São Paulo (1 x 0, gol de Nenê) havia sido em 2018.

.Vítor Bueno aproveitou o cruzamento rasteiro do meia Liziero para fazer o gol, aos 40 minutos, no trigésimo quarto jogo do Brasileirão 2019 em que o placar foi definido no primeiro tempo. 1 x 0 é também o mais registrado em 150 jogos do atual campeonato. Bom dizer: desde que a Arena da Baixada foi inaugurada em 20 de junho de 99, foi apenas a segunda vitória do São Paulo, em 20 jogos com o  Atlético Paranaense, que ganhou 13 e empatou 5. A primeira vitória do São Paulo (1 x 0, gol de Nenê) havia sido em 2018.

SÃO PAULO -Tiago Volpi, Igor Vinícius, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Liziero (Leo, 39 do segundo tempo), Tchê Tchê e Daniel Alves; Antony (Juanfran, 42 do segundo tempo), Raniel e Vítor Bueno (Willian Farias, 30 do segundo tempo). Técnico – Cuca. Foi a quarta vitória em sete jogos como visitante. Bruno Alves e Pato cumpriram suspensão e voltam no jogo de domingo (25) com o Vasco, em São Januário.

ATLÉTICO PARANAENSE – Santos, Madson, Pedro Henrique, Leo Pereira e Adriano; Wellington (Tomás Andrade, 35 do segundo tempo), Bruno Guimarães e Nikão; Marcelo Cirino, Thonny Anderson (Vitinho, 18 do segundo tempo) e Rony (Marco Ruben, intervalo). Técnico – Tiago Nunes. O Furacão venceu cinco dos sete jogos em casa e as derrotas foram para paulistas (Corinthians 2 x 0 e São Paulo 1 x 0). O próximo jogo é sábado (24), em Porto Alegre, com o Grêmio.

CINCO CARTÕES – O árbitro Daniel Nobre Bins, da Federação Gaúcha, com boa atuação, advertiu com cartão amarelo Bruno Guimarães, Wellington e Thonny Anderson, do Atlético Paranaense, e Arboleda e Reinaldo. R$765.475,00. 21.562 pagantes.

150 JOGOS, 350 GOLS – O Brasileirão 2019 está com as quinze rodadas completas, registrando 350 gols em 150 jogos, média de 2.33 gols por jogo. A vitória do São Paulo na noite de ontem (21) sobre o Atlético Paranaense foi a de número 33 dos times visitantes. Houve 39 empates – 17 foram 0 x 0 – e os times com o mando de campo ganharam 78 dos 150 jogos. 1 x 0 em 34 jogos é o placar mais registrado, seguido de 2 x 1 em 27 jogos e de 1 x 1 e 2 x 0 em 18 jogos.

Foto: UOl Esporte