O SÃO PAULO GANHOU DE VIRADA do Ayacucho, do Peru, por 3 x 2, na noite de ontem (7), no Estádio Nacional de Lima, sem público, mesmo sem fazer bom jogo na estreia da Copa Sul-Americana. O técnico Rogerio Ceni não escalou nenhum dos que participaram da final do Campeonato Paulista perdida para o Palmeiras por 4 x 0.

O ZAGUEIRO ARBOLEDA, equatoriano de 30 anos, marcou de carrinho o primeiro gol do São Paulo, logo aos 3 minutos, mas o Ayacucho fez a virada em 13 minutos, com os gols do atacante argentino Eric Barrios aos 7 e do meia uruguaio Techera, de falta, aos 20. O zagueiro Miranda usou a cabeça aos 23 para fazer o 2º do São Paulo.

O VICE-CAMPEÃO PAULISTA melhorou o rendimento na volta do intervalo, criou mais chances, mas só conseguiu o gol da virada aos 42 minutos. O meia Juan, um dos nove reservas formados na base, sofreu pênalti do lateral Salazar, que foi expulso, e Luciano converteu no canto esquerdo do goleiro peruano Ítalo Espinoza.

TIAGO VOLPI, João Moreira (Igor Vinicius), Arboleda, Miranda e Reinaldo; Andrés (Talles), Luan (Gabriel) e Patrick (Juan); Marquinhos (Toró), Luciano e Rigoni – o São Paulo da virada sobre o peruano Ayacucho por 3 x  2, na noite de ontem (7), na estreia da Copa Sul-Americana, que ganhou pela única vez em 2012.

O SÃO PAULO LIDERA O GRUPO D porque no outro jogo o boliviano Jorge Wilstermann e o chileno Everton empataram em 1 x 1. Domingo (10), o São Paulo receberá o Athletico Paranaense, na estreia do Campeonato Brasileiro, no Morumbi, onde voltará a jogar 4ª (13), com o Everton, pela 2ª rodada da Sul-Americana.