Escolha uma Página

Foto: Marcello Zambrana/AGIF

Não basta a estreia do técnico Cuca, que terá a semana inteira para preparar o time. Depois do 0 x 0 da noite deste sábado (30), no Morumbi, o São Paulo precisa quebrar um tabu ao entrar na Allianz Arena, no próximo domingo (7), para o oitavo jogo com o Palmeiras, que ganhou todos os sete clássicos em seu novo estádio. Abaixo do esperado, São Paulo 0 x 0 Palmeiras teve R$1.809.853,00. 43.202 pagantes.

GOL ANULADO – O árbitro Vinícius Furlan, de 40 anos, professor de educação física, recorreu ao árbitro de video, que não confirmou o pênalti do lateral-esquerdo Reinaldo no atacante Dudu, do Palmeiras, que havia marcado. Foi um dos lances confusos do primeiro tempo, em que Dudu e Pablo acertaram o travessão, em jogo equilibrado e de boa movimentação. Mesmo com seis substituições, São Paulo e Palmeiras não mantiveram o nível de rendimento na volta do intervalo e o 0 x 0 foi bem justo.

SÃO PAULO – Tiago Volpi, Hudson, Bruno Alves, Anderson Martins (Arboleda, intervalo) e Reinaldo; Luan, Liziero e Igor Gomes (Nenê, 33 do segundo tempo); Antony, Pablo e Everton Felipe (Everton, 24 do segundo tempo). Técnico – Vagner Mancini, que volta a ser coordenador. Cuca assume terça (2) e retorna ao clube após 15 anos. Em 2014, em 51 jogos, ganhou 30, empatou 8, perdeu 13, e conseguiu levar o time às semifinais da Copa Libertadores.

PALMEIRAS – Weverton, Marcos Rocha (Mayke, 24 do segundo tempo), Antonio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis (Diogo Barbosa, 15 do segundo tempo); Felipe Melo, Bruno Henrique e Ricardo Goulart (Lucas Lima, 33 do segundo tempo); Gustavo Scarpa, Deyverson e Dudu. Técnico – Luiz Felipe Scolari. Antes do jogo de volta pela vaga na final do Campeonato Paulista, o Palmeiras jogará terça (2) com o San Lorenzo, em Buenos Aires, pela Copa Libertadores.

OITO CARTÕES – O árbitro Vinícius Furlan foi bem na parte disciplinar e aplicou oito cartões amarelos: Hudson, Arboleda, Luan e Liziero, os advertidos do São Paulo; os do Palmeiras, Marcos Rocha, Victor Luis, Felipe Melo e Gustavo Scarpa. Faltou convicção ao árbitro para confirmar, sem recorrer ao árbitro de video, o pênalti de Reinaldo em Dudu. Houve o pênalti.

CORINTHIANS x SANTOS – O primeiro jogo da outra semifinal do Campeonato Paulista será às 16 horas deste último domingo (31) de março, na Arena Corinthians. É considerado o maior clássico mundial de alvinegros porque os times são campeões estaduais, nacionais, continentais e intercontinentais. Será o de número 333 da história, com 130 vitórias do Corinthians, 106 vitórias do Santos e 96 empates.

VAR ESTREIA ANULANDO GOLS EM MINAS – Pela primeira vez no Campeonato Mineiro, o árbitro de video anulou dois gols do Atlético no primeiro jogo da semifinal, neste sábado (30) com o Boa Esporte – campeão do interior -, no Estádio Municipal de Varginha, no sul do estado. O meia Zé Welison, do Atlético, não disputará o jogo de volta, no Mineirão, por ter sido expulso. Antes, o Atlético tentará a primeira vitória, após duas derrotas na Libertadores, quarta (3), com o Zamora, da Venezuela, no Mineirão.

GOIÁS GANHA FÁCIL – No primeiro jogo das semifinais do Campeonato Goiano, o Goiás não teve dificuldade para vencer (3 x 0) o Goiânia, que está de volta à Série A depois de onze anos e há 26 não conseguia chegar às semifinais. O time do técnico Maurício Barbiere, ex-Flamengo, já saiu para o intervalo com 1 x 0, gol do atacante Marlone. No segundo tempo, o zagueiro Yago marcou dois gols, e no jogo de volta o Goiás pode perder por dois gols. Vila Nova e Atlético Goianiense fazem a outra semifinal.