No segundo jogo do técnico Fernando Diniz, o São Paulo subiu duas posições ao vencer (2 x 1) o Fortaleza, e terminou a rodada 23 em quinto lugar, com 39 pontos, ultrapassando o Bahia (37), que perdeu em Salvador para o Atlético Paranaense, e o Internacional (38), que empatou com o Cruzeiro, no último jogo da noite de ontem (5).

EQUILÍBRIO – O São Paulo chegou a 10 vitórias em 23 rodadas, mas o jogo de ontem (5), no estádio municipal do Pacaembu, foi marcado pelo equilíbrio. Pablo fez 1 x 0 aos 14, completando de cabeça o cruzamento de Daniel Alves, e o Fortaleza empatou aos 39, com Wellington Paulista cobrando com categoria o pênalti de Reinaldo em Gabriel Dias.

SUBSTITUTO – Só aos 34 do segundo tempo foi que o São Paulo conseguiu o gol da vitória. Substituto do espanhol Juanfran, o lateral-direito paulista Igor Gomes, 20 anos, natural de São José do Rio Preto, foi uma das apostas do técnico Fernando Diniz. O São Paulo quase marcou o terceiro gol, aos 38, quando Vítor Bueno acertou a trave.

SÃO PAULO – Tiago Volpi, Juanfran (Igor Gomes, 27 do segundo tempo), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê, Antony e Daniel Alves; Hernanes (Vítor Bueno, 14 do segundo tempo) e Pablo. O São Paulo, quinto com 39 pontos – 10 vitórias, 9 empates, 4 derrotas, 25 gols a favor e 16 contra -, faz o próximo jogo com o Bahia, em Salvador.

FORTALEZA – Marcelo Boeck, Gabriel Dias, Quintero, Jackson e Carlinhos; Felipe, Edinho (Mateus Alessandro, 35 do segundo tempo), Juninho e Osvaldo (Felipe Pires, 32 do segundo tempo); André Luis (Mariano Vazquez, intervalo) e Wellington Paulista. O Fortaleza sofreu a décima segunda derrota e com 25 pontos pode perder duas posições. O próximo jogo é com a Chapecoense, em Fortaleza.

HOMENAGEM – Foram muitas as homenagens dos torcedores do São Paulo ao ex-goleiro Rogerio Ceni, que detém o recorde de jogos – 1.237 -, entre 1990 e 2015, pelo tricolor paulista, com 132 gols marcados. Assim que encerrou a carreira, Ceni começou como técnico também no São Paulo, e agora está de volta ao Fortaleza.

CINCO CARTÕES – O árbitro Diego Pombo Lopez, da Federação Baiana e do quadro nacional da CBF, teve boa atuação e aplicou cinco cartões amarelos: Pablo, Arboleda e Daniel Alves, do São Paulo, e Gabriel Dias e Wellington Paulista. Com ingresso a 5 reais, o Pacaembu registrou R$650.396,00. 31.964 pagantes em São Paulo 2 x 1 Fortaleza.

Foto: Ig Esporte