O Vasco não correspondeu ao apoio de mais de vinte mil torcedores no ensolarado sábado de 7 de setembro e sofreu a segunda derrota em São Januário. Foi apenas a segunda vitória do Bahia em nove jogos como visitante, com um gol em cada tempo. Com 30 pontos, o Bahia pode subir duas posições, se Atlético Mineiro e Internacional, com 27, não vencerem. R$756.379,00. 19.195 pagantes.

ARTICULADO – Aconteceu o que alguns jogadores do Vasco haviam comentado na véspera sobre a postura do Bahia, articulado na marcação, ocupando bem os espaços e saindo com precisão nos contra-ataques. O primeiro gol do lateral Nino no Brasileirão 2019, após boa jogada de Gilberto, aos 11 minutos, levou o Bahia a sair em vantagem para o intervalo.

BELO GOL – O panorama do jogo pouco mudou no segundo tempo e o belo gol de Gilberto, antes que a bola tocasse no campo, deu tranquilidade ao Bahia para manter o resultado (2 x 0) até o fim. O Vasco, sem poder ofensivo, não ameaçou e teve que ouvir o coro de time sem vergonha. As ofensas maiores foram dirigidas ao presidente do clube.Gilberto é o segundo artilheiro do Brasil em 2019, com 24 gols, menos quatro que Gabriel, do Flamengo.

VASCO – Fernando Miguel, Pikachu, Henriquez, Castan e Henrique (Danilo Barcelos, 29 do segundo tempo); Felipe Bastos (Gabriel Pec, 23 do segundo tempo), Marcos Júnior e Raul; Marrony, Clayton (Ribamar, 13 do segundo tempo) e Rossi. Técnico – Vanderlei Luxemburgo. Foi o quinto jogo, segundo consecutivo, sem fazer gol em 18 rodadas.

Foi a segunda derrota do Vasco em São Januário, onde só havia perdido (2 x 1) para o Atlético Mineiro, na segunda rodada. Com o mando de campo, o Vasco perdeu (4 x 1) para o Flamengo e empatou (1 x 1) com o Corinthians, em Brasília, e 0 x 0 com o CSA, em Cariacica, ES.

Com 20 pontos – 8 derrotas, 5 vitórias, 5 empates e saldo negativo de nove gols (16 a 25) -, o Vasco só cai uma posição, se o Cruzeiro (18) ganhar do Grêmio. O último jogo do turno será com a Chapecoense, sábado (14), em Chapecó, e o primeiro do returno com o Atlético Paranaense, em São Januário.

BAHIA – Douglas Friedrich, Nino, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Ronaldo e Flavio; Elber (Arthur Caíke, 35 do segundo tempo), Gilberto (Fernandão, 43 do segundo tempo) e Lucca (Guerra, 39 do segundo tempo). Técnico – Roger Machado. O último jogo do turno será com o Fortaleza, domingo (15), em Salvador, e o Bahia estreará no returno com o Corinthians, em São Paulo.

QUATRO CARTÕES – O único cartão amarelo do primeiro tempo foi o do atacante Elber, do Bahia, por falta em Raul. O árbitro Caio Augusto Vieira, da Federação do Rio Grande do Norte e do quadro da CBF, com mais uma atuação segura, aplicou três cartões amarelos em jogadores do Vasco: HenriqueMarcos Júnior e Yago Pikachu.