O Internacional subiu do sexto ao quarto lugar por diferença de um gol, o que marcou na vitória (1 x 0) da noite deste último sábado (27) de julho sobre o Ceará, na Arena Beira Rio, em Porto Alegre. O vice-campeão gaúcho tem 20 pontos e 6 vitórias,  igual ao Atlético, que ainda joga na rodada, mas supera o vice-campeão mineiro por um gol no saldo (5 a 4). O meia argentino Martin Sarrafiore, 22 anos, fez o gol aos 39 do primeiro tempo, com assistência do colombiano Trellez, emprestado pelo São Paulo. Nas seis vitórias em sete jogos em casa, o Inter não sofreu gol em três.

SEM ESFORÇO – O Inter poupou a maioria dos titulares para o jogo de volta com o Nacional do Uruguai na próxima quarta (31), na Arena Beira Rio, onde só precisa empatar para avançar às quartas de final da Libertadores, após ganhar (1 x 0) o jogo de ida em Montevidéu. O time dominou o Ceará, que vinha de tirar a invencibilidade do Palmeiras, com 2 x 0 em Fortaleza, e ganhou sem muito esforço. Teve o segundo gol, nos acréscimos do segundo tempo, marcado por Paredes, bem anulado por impedimento.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba, Zeca, Klaus, Bruno Fuchs (Victor Cuesta) e Natanael; Rithely, Nonato e Sarrafiore; Neilton (Parede), Trellez (Pedro Lucas) e Wellington Silva. O técnico Odair Hellmann gostou da estreia como profissional do zagueiro Bruno Fuchs, 20 anos: “Foi mais um jovem que lançamos, com a certeza de que será outro bom zagueiro na história do Inter”. O Colorado será visitante na próxima rodada, sábado (3), no Maracanã, com o Fluminense.

CEARÁ – Diogo Silva, Samuel Xavier, Valdo, Luis Otávio e João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Felipe Baxola (Leandro Carvalho) e Tiago Galhardo; Mateus Gonçalves (Wescley) e Felipe Cardoso (Juninho Quixadá). Técnico – Enderson Moreira. O Ceará sofreu a sexta derrota, quarta como visitante, e com 14 pontos, pode perder o décimo terceiro lugar se o Fortaleza vencer o Corinthians neste domingo (28), no Castelão. Na próxima rodada, os arquirrivais cearenses estarão se enfrentando, sábado (3), no Castelão.

SEIS CARTÕES – O árbitro Marcelo de Lima Henrique, da Federação do Rio, teve atuação segura. Anulou bem o segundo gol do Inter, por impedimento do atacante Guilherme Parede, aos 48 do segundo tempo. E aplicou bem os seis cartões amarelos: Natanael, Sarrafiore e Bruno Fuchs (Internacional) e Samuel Xavier, Fabinho e Leandro Carvalho. R$473.620,00. 10.392 pagantes na Arena Beira Rio.

Foto: Internacional