Escolha uma Página

UM DIA DEPOIS de ganhar a Copa da Liga Inglesa, com o 5º gol em 33 jogos pelo Manchester United, o volante Casemiro foi o único brasileiro na seleção dos melhores de 2022 da Fifa. A seleção: Courtois, Hakimi, Van Dijk e João Cancelo; De Bruyne, Casemiro e Modric; Messi, Benzema, Haaland e Mbappé.

APÓS NOVE TEMPORADAS no Real Madrid, com 336 jogos, 31 gols e 18 títulos, Casemiro diz não querer subestimar o futebol espanhol, mas afirma que “o futebol inglês é jogado com muito mais intensidade e exige muito condicionamento físico”. Ele não vê inconveniente em que o Brasil tenha técnico europeu na seleção.

O REAL MADRID não permitiu a ida de nenhum de seus jogadores à festa da Fifa, em protesto pela mudança no formato, e por Vinicius Junior não ter sido incluído entre os melhores. O período de análise dos jogadores foi alterado, devido à Copa do Mundo, excepcionalmente em novembro e dezembro, e o Real Madrid não gostou.

O GOL MAIS BONITO foi o de voleio de Marcin Oleksy, do Warta Poznam, no campeonato de amputados da Polônia. O ex-atacante italiano Alessandro Del Piero, campeão do mundo em 2006, entregou o Troféu Puskas. Richarlison e o francês Payet eram os outros concorrentes ao prêmio.

O PRÊMIO DE MELHOR TÉCNICO foi ganho por Lionel Scaloni, ex-lateral de 44 anos, com o terceiro título da Argentina, 36 anos depois. Ele se mostrou feliz por ter recebido o troféu das mãos do italiano Fabio Capello, hoje aos 76 anos, técnico nove vezes campeão no Milan, Roma, Juventus e Real Madrid.

A MELHOR TÉCNICA, Sarina Wiegman, holandesa de 53 anos, ex-volante, recebeu o prêmio do ex-atacante búlgaro Hristo Stoichkov, artilheiro da Copa do Mundo de 94. Ela ganhou o 3º troféu pelo trabalho na seleção inglesa, desde setembro de 2021, com 25 vitórias, 4 empates, 137 gols marcados, 9 gols sofridos e o incrível saldo de 128 gols. Também concorreram a francesa Sonia Bompastor, do Lyon, e a sueca Pia Sundhage, da seleção brasileira.

O MELHOR GOLEIRO, Emiliano Martinez, de 30 anos, campeão da Copa de 2022, disse: “Nunca tive ídolo. Meus ídolos são meus pais, que trabalharam duro para me criar. É a eles que devo pelo que consegui”. Ele joga no Aston Vila e o prêmio lhe foi entregue por Julio Cesar, goleiro da seleção brasileira nas Copas de 2010 e 2014.

A MELHOR GOLEIRA, Mary Earps, inglesa de 29 anos, 1,73m, do Manchester United e da seleção campeã europeia de 2022. Destacando-se pelo arrojo e sentido de colocação, ela superou duas fortes concorrentes: Christiane Endler, chilena de 31 anos, do PSG, e Ann-Katrin Berger, de 32 anos, do Chelsea e da seleção alemã.

ALEXIA PUTELLAS, meia-atacante de 29 anos, capitã do Barcelona e da seleção da Espanha, ganhou o troféu de melhor jogadora do mundo, pelo segundo ano consecutivo. Muito aplaudida ao receber o prêmio entregue por Gianni Infantino, presidente da Fifa.

LIONEL MESSI ampliou o recorde de melhor do mundo, ao ganhar o prêmio pela sétima vez. Capitão e campeão do mundo, com sete gols, sendo dois na final, o craque argentino de 35 anos, ganhou os quatro primeiros consecutivos: 2009-10-11-12; voltou a ganhar em 2015 e 2019, e em 2022. O prêmio foi entregue pelo presidente da Fifa, e a festa terminou.

Foto: 90min e REUTERS