Escolha uma Página

Depois de um empate e quatro derrotas sem fazer gol, o Sport  provocou muitas mudanças na classificação, ao subir seis posições, sair da lanterna e colocar o Botafogo em antepenúltimo, com a vitória (2 x 1) da noite de ontem (3), em Porto Alegre, tirando a invencibilidade do Grêmio e deixando o Palmeiras como único invicto, após sete rodadas do Campeonato Brasileiro. O Sport só havia conseguido vencer (3 x 2) o Ceará, na estreia, na Ilha do Retiro, em Recife.

BOA SUBIDA – No segundo jogo sob a orientação do técnico carioca Jair Ventura, de 41 anos, o Sport melhorou muito o rendimento, em comparação com o desempenho do último domingo (30), quando perdeu (1 x 0) como visitante para o Coritiba. O time tomou a iniciativa e fez 1 x 0 logo aos 4 minutos, com o belo gol do lateral-direito catarinense Patric, de 31 anos, encobrindo o goleiro com chute preciso no ângulo. A assistente errou em marcar impedimento, mas o VAR fez a correção.

BEM SEGURO – O Grêmio tentou o empate, mas o Sport esteve bem seguro na marcação e manteve a vantagem, ampliada na volta do intervalo. O segundo gol foi do zagueiro gaúcho Iago Maidana, de 24 anos, emprestado pelo Atlético Mineiro, cobrando no canto o pênalti de Jean Pyerre no atacante uruguaio Leandro Barcia, aos 29 minutos. Pepê fez o gol do Grêmio aos 33, mas o time não teve forças para chegar ao empate porque o Sport fechou bem a defesa, muito atenta na marcação.

GRÊMIO MAL – Depois da única vitória, 1 x 0 sobre o Fluminense na estreia, o Grêmio vinha de quatro empates consecutivos – 1 x 1 com Ceará e Flamengo, 0 x 0 com Vasco e Corinthians -, e mesmo tricampeão gaúcho, perdeu o segundo jogo da decisão para o Caxias, na Arena Grêmio. A saída de Everton, que foi para o Benfica, diminuiu muito a força ofensiva do time, que só fez quatro gols em seis jogos e tem saldo negativo porque sofreu cinco.

5 COM 7 PONTOS – Do décimo terceiro ao décimo sétimo lugar, cinco estão com 7 pontos, e todos os oito últimos colocados com saldo devedor de gol, na ordem. O Athletico Paranaense (6 a 8), Sport (6 a 9) e Coritiba (4 a 7), com 2 vitórias, 1 empate, 4 derrotas. Grêmio e Botafogo, 4 gols a favor e 5 contra, com 1 vitória, 1 derrota, 4 empates, o Grêmio, décimo sexto, e o Botafogo, décimo sétimo. Os três últimos, Bragantino, 6 pontos; Atlético Goianiense, 5, e o lanterna Goiás, 4 pontos.

GRÊMIO – Vanderlei, Orejuela, Geromel, Kannemann e Cortez (Pepê); Lucas Silva (Jean Pyerre), Mateus Henrique e Tiago Neves (Isaque); Alisson (Robinho), Diego Souza e Everton Cardoso. Técnico – Renato Portaluppi. Grêmio, Botafogo e Palmeiras são os que mais empataram (4 vezes). O time volta à Arena Grêmio para o jogo de domingo (6) com o Atlético Goianiense. 

SPORT – Luan Polli, Patric, Iago Maidana, Adryelson e Luciano Juba (Chico); Ronaldo Henrique (Marcão Silva), Betinho, Ricardinho e Jonathan Gomez (Lucas Mugni); Marquinhos (Lucas Venutto) e Elton (Leandro Barcia). Técnico – Jair Ventura. Bom dizer: Iago Maidana, que fez o gol da vitória, é emprestado pelo Atlético Mineiro. O Sport subiu seis posições e terminou a rodada em décimo quarto com 7 pontos – 2 vitórias, 4 derrotas, 1 empate, saldo negativo de três gols (6 a 9) – e o próximo jogo será com o lanterna Goiás, domingo (6), no estádio da Ilha do Retiro, em Recife. 

BOM GOLEIRO – Luan Polli, de 27 anos, 1,90m, destro, foi um dos destaques do Sport, com boas defesas quando mais forte foi a pressão do Grêmio. Catarinense de Meleiro, município a 250 km da capital Florianópolis, foi da categoria junior do Flamengo, campeão carioca e do torneio OPG, em 2012, e da Taça Rio em 2013. No Sport desde julho de 2018, campeão pernambucano em 2019. Outro catarinense que se destacou foi o lateral Patric, de 31 anos, autor do primeiro gol, campeão estadual no Avaí, Coritiba, Atlético Mineiro e Vitória, e na seleção brasileira, no Sul-Americano sub-20, em 2009.

CINCO CARTÕES – Único advertido do Grêmio foi o volante Lucas Silva, e os do Sport, Luciano Juba, Ronaldo Henrique, Betinho e Leandro Barcia. O árbitro Dyorgines Andrade, de 40 anos, da Federação do Espírito Santo e do quadro nacional da CBF, teve boa atuação e precisou consultar o VAR para corrigir o erro da assistente Katiuscia Berger Mendonça, de 42 anos, que marcou impedimento no lance do gol de Patric. O VAR foi monitorado pelo árbitro paranaense Wagner Reway, de 39 anos, vinculado à Federação da Paraíba, depois de vários anos na Federação do Mato Grosso.

Foto: Twitter