55 MIL TORCEDORES do Manchester City foram à loucura, com a super virada sobre o Tottenham por 4 x 2, na noite desta 5ª (19), no Etihad Stadium, em jogo atrasado da 7ª rodada da Premier League, devido à morte da Rainha Elizabeth, em 8 de setembro. O City é vice-líder, com 42 pontos, a cinco do Arsenal de Londres.

O GOLEIRO EDERSON falhou nos gols do Tottenham, ao sair jogando errado e dando chance de Kulusevski abrir o placar, e ao rebater o chute de Kane, que o lateral Emerson aproveitou para os 2 x 0. Ficou a impressão, quando os times saíram para o descanso, de que o italiano Antonio Conte ganharia do espanhol Pep Guardiola.

MAS, NA VOLTA DO INTERVALO, o City pressionou e fez a super virada em 10 minutos, com o meia argentino Julian Alvarez aos 8; o inglês Haaland, artilheiro do campeonato com 22 em 18 jogos, e aos 18, o argelino Mahrez, que aos 47 ainda ampliou com o 4º gol. Um 2º tempo simplesmente de gala do Manchester City.

A SUPER VIRADA EVITOU o recorde de derrotas consecutivas do técnico Guardiola, que assumiu o City em 2016. Ele já havia perdido dois jogos consecutivos duas vezes, e correu o risco da terceira derrota, ao poupar titulares importantes como os portugueses Bernardo Silva, João Cancelo e Ruben Dias, e o belga De Bruyne.

Fotos: Goal e Indian Today