Não passou de cinco meses o primeiro trabalho do ex-lateral Sylvinho, de 45 anos, como técnico do Lyon, depois de oito anos como assistente-técnico, os três últimos com Tite na seleção brasileira. O presidente Jean-Michel Aulas, que tinha dado respaldo à indicação do diretor Juninho Pernambucano para contratá-lo, anunciou a demissão do técnico.

PIOR INÍCIO – Sylvinho foi apresentado em 28 de maio e saiu do Lyon em 7 de outubro, após o pior início do time nos últimos 24 anos do campeonato francês: 3 vitórias, 4 empates, 4 derrotas, 14 gols a favor e 9 contra. O técnico deixou o Lyon em décimo quarto entre os vinte, a doze pontos do líder PSG, e só um ponto acima do lanterna Metz.

CAMPEÃO – Sylvinho fez 603 jogos e marcou 19 gols, campeão paulista, brasileiro e da Copa do Brasil no Corinthians; três vezes campeão espanhol no Barcelona, e foi também do Arsenal de Londres, do Celta de Vigo e do Manchester City, onde terminou em 2010. Foi assistente de Roberto Mancini, na Inter de Milão, e de Guardiola, no Manchester City.

Foto: Portal Uberaba Online