O alemão Jurgen Klopp, de 51 anos, técnico do Liverpool, resumiu após a classificação para as semifinais com o Barcelona, nos dias 1 e 8 de maio: “É impossível dormir bem até lá, ainda mais que o primeiro jogo será em Barcelona”. Segundo ele, “o Barcelona é muito mais que um time, é uma orquestra bem afinada e em que todos os músicos sabem de cor o que vão tocar”.

O técnico admitiu que não há plano especial de marcação: “Tudo o que não se pode fazer é pensar em escalar um para marcar o Messi. E os outros, vão ficar livres?” Klopp disse que “o Liverpool jogará com cautela, mas mesmo em Barcelona não vai abrir mão do direito de atacar. Seria um suicídio recuarmos, deixando o Barcelona vir com tudo”.

MUITO FÁCIL – Como se esperava, a classificação do Liverpool foi muito fácil no confronto com o Porto. Depois de fazer 2 x 0 em casa, o time líder do Campeonato Inglês também se impôs na noite desta quarta (17), no estádio do Dragão, no norte de Portugal, com a goleada (4 x 1, o que representa o placar agregado de 6 x 1, reflexo de muita superioridade. O Liverpool já saiu com 1 x 0 para o intervalo, gol de Sadio Mané aos 26. Um minuto antes ele tivera gol anulado pelo VAR por impedimento claro.

A GOLEADA – O egipcio Salah fez 2 x 0 aos 20 do segundo tempo, tocando na saída do goleiro espanhol Casillas, após lançamento longo do lateral Alexander-Arnold. O zagueiro paulista Eder Militão marcou de cabeça o gol do Porto aos 24, após escanteio do lateral gaúcho Alex Telles. O Liverpool completou a goleada em quatro minutos, com Firmino, de cabeça, aos 32, depois de cruzamento de Henderson, e o zagueiro holandês Van Dijk, também de cabeça, aos 36, após escanteio com desvio de Sadio Mané.

Detalhe: Van Dijk usa na camisa o prenome Virgil e não o sobrenome Van Dijk. É o jogador de defesa mais caro do futebol mundial, comprado por 75 milhões de libras do Southampton, em janeiro de 2018, e estreou no Liverpool marcando o gol da vitória (2 x 1) sobre o Everton, em jogo da Copa da Inglaterra. Bom dizerele foi comprado do Celtic de Glasgow, Escócia, por 13 milhões de libras e vendido ao Liverpool por 75 milhões de libras!

NENHUM CARTÃO – Coisa rara: nenhum jogador advertido com cartão pelo árbitro Danny Makkelie, de 36 anos, o mais jovem da Holanda a apitar na Liga dos Campeões, aos 31 anos, em outubro de 2014, em Chelsea x Maribor. Ele é policial em Willemstade, a capital de Curaçao, bela ilha do sul do Mar do Caribe, onde nasceu e frequenta a mais antiga Sinagoga das Américas. Desde os 10 anos, os colegas da escola achavam que Makkelie seria árbitro porque ele gostava muito de assobiar.

OS CLASSIFICADOS – No Liverpool FC há três brasileiros: o goleiro gaúcho Alisson, que usa na camisa A.Becker; o volante paulista Fabinho, e o atacante alagoano Firmino, que nesse jogo só entrou no intervalo, substituindo o belga Divock Origi. O timeAlisson, Alexander-Arnold (Joe Gomez, 21 do segundo tempo), Matip, Van Dijk e Robertson (Henderson, 26 do segundo tempo); Fabinho, James Milner (cap) e Wijnaldum; Sadio Mané, Divock Origi (Firmino, intervalo) e Salah. 

A BOLA – principal jornal esportivo português – resumiu a eliminação: “O Porto deu adeus com uma derrota muito pesada”.

Foto: PAUL ELLIS / AFP