Escolha uma Página

Ceará e Vitória entram credenciados em um dos grandes clássicos do Nordeste, pelos últimos bons resultados nos jogos mais recentes do Brasileirão 2018. O Ceará venceu o Flamengo e o Corinthians e empatou com o América Mineiro. O Vitória ganhou dos mineiros Atlético e América e do Vasco, e empatou com o Fluminense. O jogo deste sábado (15) à tarde, no estádio Castelão, em Fortaleza, será apitado pelo paulista Marcelo Aparecido de Souza.

O Ceará é dirigido por Lisca, apelido de Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, de 46 anos, gaúcho nascido em 11/8/72, em Porto Alegre. Nunca jogou futebol como profissional e iniciou como técnico em 1990, nas divisões de base do Internacional, Grêmio, São Paulo e Fluminense. Em 2015 livrou o Ceará do rebaixamento, o que não aconteceu em 2016, quando dirigiu o Internacional nas três últimas rodadas.

O Vitória é comandado por Paulo Cesar Carpegiani, de 69 anos, gaúcho nascido em Erechim, norte do estado, em 7/2/49. Meio-campo notável pela técnica refinada, foi bicampeão brasileiro 75-76 pelo Internacional (119 jogos, 15 gols) e viveu grande fase no Flamengo (223 jogos, 12 gols), campeão carioca, brasileiro, Libertadores e Mundial de clubes, em 1981.

QUATRO POSIÇÕES – A vitória neste sábado (15), no clássico do Nordeste, pode valer a subida de quatro posições. O Ceará, com 24 pontos, ficará na dependência de Sport e Vasco (24), Chapecoense (25) e Botafogo (26) não vencerem. O Vitória, com 29 pontos, se ganhar sobe quatro posições, se América Mineiro e Corinthians (30), e Santos (31) não ganharem. No jogo do turno, no estádio Barradão, em Salvador, o Vitória venceu (2 x 1).

TRÊS VITÓRIAS – Dos doze jogos que disputou em Fortaleza, o Ceará só ganhou três: 1 x 0 do Sport e do Fluminense, e 2 x 1 do Corinthians, sofrendo quatro derrotas: Flamengo 3 x 0 e Grêmio e Cruzeiro (1x 0), e Bahia (2 x 0). Empatou com o América Mineiro (2 x 2) e com o Santos (1 x 1).

OITO DERROTAS – Como visitante, o Vitória perdeu oito dos doze jogos: 2 x 1 para os mineiros Atlético e América; Santos (5 x 2), São Paulo (3 x 0), Bahia (4 x 1), Atlético Paranaense e Grêmio (4 x 0) e Flamengo (1 x 0). E empatou 0 x 0 com Corinthians e Fluminense, e 1 x 1 com o Botafogo.

Imagem: site futebolbahiano.org