Escolha uma Página

A TORCIDA DO FLUMINENSE pichou a sede das Laranjeiras, ainda inconformada com a derrota para o Olímpia, que impediu a classificação para a fase de grupos da Libertadores, depois da vantagem por dois gols no jogo de ida. O presidente Mario Bittencourt é um dos alvos da revolta, após confirmar a venda do atacante Luiz Henrique para o Betis de Sevilha. Mario Mentiroso, é uma das pichações da sede.

NOVAS MANIFESTAÇÕES contra o dirigente deverão ser feitas amanhã (21), no estádio Nilton Santos, antes e durante o primeiro jogo com o Botafogo pela semifinais do Campeonato Carioca. Só a classificação para as finais, com o vencedor de Flamengo x Vasco, é capaz de acalmar os ânimos. Os jogadores têm procurado se manter afastados das reações dos torcedores.

O TÉCNICO ABEL BRAGA ajudou muito a evitar que a situação se tornasse ainda mais crítica, quando a equipe desembarcou na última 5ª (17) de volta do Paraguai. Alguns torcedores tentaram agredir o presidente e o atacante Gabriel, jogador mais visado após a eliminação no jogo com o Olímpia. O quadro é preocupante e o clube deve aumentar o reforço da segurança.

Foto: Net FLu