A trigésima oitava rodada da décima quarta edição do Campeonato Brasileiro por pontos corridos, com vinte equipes, desde 2006, registrou 27 gols nos 10 jogos de ontem, 8 de dezembro, e o único 0 x 0 foi o do lanterna e rebaixado Avaí, que não conseguiu se manter na Série A, com o Athletico Paranaense, que escalou reservas e novatos.

SEGUNDO 0 x 0 – Com a vaga assegurada na fase de grupos da Libertadores, por ter ganho a Copa do Brasil – título inédito -, o Athletico manteve o ritmo e terminou o Brasileirão em quinto, com 64 pontos, sem perder nenhum jogo no returno como visitante: 4 vitórias, 4 empates. O Furacão só havia ficado no 0 x 0, no jogo do returno, em casa, com o Cruzeiro.

BOA CAMPANHA – O Athletico venceu 18 dos 38 jogos, sem sofrer gol em 15 e aplicando duas goleadas de 4 x 1 na estreia com o Vasco e na abertura do returno com o Fortaleza, ambas em casa. O único jogo em que sofreu três gols foi na virada (3 x 2) do Flamengo, no turno, no Maracanã. Suas vitórias mais frequentes foram de 1 x 0, em nove jogos.

DECEPÇÃO – Último colocado com 20 pontos dos 114 disputados, o Avaí deixou claro que não se preparou para continuar na Série A. Foi o que menos venceu, só três jogos; o que mais perdeu (25); o que menos fez gol (18); o que mais sofreu (62) e o que terminou com o saldo negativo mais alarmante (44). Não fez gol em 21 jogos e só não sofreu em 9 dos 38.

CONTRASTE – Enquanto o Athletico disputará a fase de grupos da Libertadores, o Avaí foi rebaixado faltando cinco rodadas e terminou com 18 jogos sem vitória, diante de 2.300  torcedores no estádio da Ressacada, em Florianópolis. A Série B começa em abril. Antes, dia 20 de janeiro, a estreia no campeonato estadual com o jogo dos rebaixados, Chapecoense x Avaí, na Arena Condá, em Chapecó.

Foto: Tribuna do Paraná