Crédito: Gonzalo Arroyo Moreno / GettyImages

A vitória de 1 x 0 sobre o Espanyol de Barcelona, diante de 58.069 torcedores no estádio Wanda Metropolitano, em Madrid, teve sabor especial para o técnico argentino Diego Simeone, que manteve o Atlético de Madrid na vice-liderança do campeonato. Neste domingo (23) ele completa sete anos no clube, cujo time dirige desde 23 de dezembro de 2011, quando assinou o primeiro contrato. O Atlético tem 34 pontos, três a menos que o líder Barcelona. O Espanyol sofreu a sexta derrota consecutiva.

GOL DE CAMPEÃO – O meia-atacante Antoine Griezmann, da seleção francesa campeã do mundo em 2018, marcou o gol aos seis minutos do segundo tempo, convertendo com a categoria habitual o pênalti que Granero cometeu em Koke, bem marcado pelo árbitro Melero Lopez, que apitou 29 faltas (13 do Celta). Griezmann correu à beira do campo para abraçar Simeone, muito querido por todos os jogadores. 

MEIA E TÉCNICO – Nascido em 28 de abril de 70, em Buenos Aires, Diego Simeone foi meio-campo de 87 a 2006. Foi titular do Atlético de Madrid, de 94 a 97, marcando 21 gols em 98 jogos, e começou como técnico em 2006 no Racing e depois no River. Chegou à Europa em 2011 para dirigir o italiano Catania e assinou o primeiro contrato com o Atlético de Madrid, onde neste domingo (23) completa sete anos como técnico, em 23 de dezembro de 2011.