Um dia depois de demitir Rodrigo Santana, o Atlético anunciou Vagner Mancini, seu técnico nos 13 jogos restantes do Brasileirão 2019. Ele orienta um treino, hoje (15), e o time entra em campo amanhã, para o primeiro jogo sob seu comando, com o CSA, em Maceió. 20 equipes, 25 rodadas, 18 técnicos demitidos. Bem a cara do futebol brasileiro.

UM EM ONZE – O Atlético demitiu o técnico, depois de 41 jogos, porque deixou o time em décimo primeiro entre os vinte e só ganhou dois dos últimos 11 jogos, um pelo Brasileirão, outro pela Sul-Americana. A 10 dias de completar 53 anos – Mancini é de 24 de outubro de 66 -, aceitou trabalhar por pouco mais de dois meses (o campeonato acaba em 8 de dezembro).

OS 13 JOGOS – O Atlético que Mancini assume – 12 derrotas, 4 empates, 9 vitórias – tem saldo devedor de cinco gols (30 a 35), e com Rodrigo Santana sofreu seis derrotas seguidas, o que só havia acontecido em 1993. Além do CSA, os outros adversários fora serão São Paulo, Fortaleza, Cruzeiro, Fluminense, Bahia e Internacional.

NO HORTO – Em casa, ou melhor, na casa do América, dono do estádio Independência, no bairro do Horto, em Belo Horizonte, os seis finais serão com Santos, Chapecoense, Goiás, Atlético Paranaense, Corinthians e Botafogo. Será que o Atlético, depois da chinelada que levou do Grêmio e com o time em queda livre, espera que o novo técnico faça milagre?                                     

EX-TÉCNICO DO BOTAFOGO NA SÉRIE B

O carioca Eduardo Barroca, 37 anos, demitido do Botafogo dia 6, após a quarta derrota consecutiva (1 x 0 para o Fluminense), estreia quinta (17) no Atlético Goianiense, terceiro colocado da Série B, que observou no 0 x 0 com a Ponte Preta, no estádio Antonio Acyolli, na noite de ontem (14), em Goiânia.

POR TRÊS MESES – O contrato de Barroca é até 30 de novembro, quando termina a Série B, com opção para continuar em 2020, com a volta do time à Série A. Além do jogo de estreia, quinta (17), com o Botafogo, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, ele vai dirigir o time em mais oito jogos: América Mineiro, Operário, Londrina, CRB, Oeste, Paraná, Brasil e Sport.

COM CHANCE – Barroca assume o Atlético em terceiro, com 48 pontos – 12 vitórias, 12 empates, 5 derrotas, 31 gols pró e 21 contra -, quatro pontos atrás do vice-lider Sport, que na noite de ontem (14), no Recife, ganhou (2 x 0) do Cuiabá, e nove pontos abaixo do líder Bragantino, com 57 e a volta à Série A em 2020 praticamente assegurada.O Botafogo, de Ribeirão Preto, adversário de estreia do Atlético Goianiense, novo time de Eduardo Barroca, é quinto colocado com 43 pontos, após vencer (2 x 0) o Guarani, na noite de ontem (14), no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. O Coritiba é quarto com 43 pontos, pelo saldo de gols (7 a 3).