Time extraordinário, com valores notáveis e uma gama de recursos infinitos, o Liverpool FC, campeão do mundo, passou de 1000 dias sem perder e abriu vantagem histórica de 16 pontos, com um jogo a menos, ao ganhar (2 x 0), neste domingo (19), do Manchester United. Por tudo isso, e muito mais, 55 mil torcedores foram ao delírio no Anfield Road.

MELHOR DOS CINCO – Com 64 pontos – 21 vitórias, 1 empate e o jogo que falta com o West Ham -, o Liverpool abriu vantagem de 16 pontos sobre o vice-lider Manchester City, atual bicampeão, que tem 48 – 15 vitórias, 3 empates, 5 derrotas -, e de 19 pontos sobre o Leicester, terceiro colocado com 45. O Liverpool, do técnico alemão Jurgen Klopp, de 52 anos, é o melhor time de todos os campeonatos europeus. Único invicto!

OUTRO RECORDISTA – Ao marcar de cabeça o primeiro gol, após escanteio do lateral Alexander-Arnold, aos 15 minutos, o holandês Virgil van Dijk, de 28 anos, 1,93m, é o novo recordista, entre os zagueiros do campeonato, com o oitavo gol, desde que o Liverpool o comprou em 2018 do Southampton.

DOIS ANULADOS – O Liverpool teve outros dois gols anulados, antes do intervalo, em decisões acertadas do árbitro de video. O alagoano Roberto Firmino comemorou, mas o VAR flagrou a falta de Van Dijk no goleiro espanhol De Gea, antes da conclusão do lance. O outro gol (bem) anulado foi o do volante holandês Wijnaldum, por impedimento.

O LANÇAMENTO – O segundo gol, nos acréscimos do segundo tempo, foi com o lançamento, em rápida reposição, do goleiro gaúcho Alisson aos 48 minutos. O egípcio Mohamed Salah deu um pique do próprio campo e finalizou com chute rasteiro. Antes da nova saída, Alisson foi quase ao meio do campo abraçar Salah, que comemorou sem camisa. Bom acrescentar: Alisson sofreu só 9 gols nos últimos 19 jogos!

OS LÍDERES – Com três brasileiros, o time líder do Campeonato Inglês teve Alisson, Alexander-Arnold, Joe Gomez, Van Dijk e Robertson; Wijnaldum, Henderson e Oxalade-Chamberlain (Lallana, 21 do segundo tempo); Salah, Roberto Firmino (Divock Origi, 38 do segundo tempo) e Mané (Fabinho, 37 do segundo tempo). Fabinho reapareceu quase dois meses depois de se contundir no tornozelo, em 27 de novembro.

LIVERPOOL 2 x 0 MANCHESTER UNITED registrou 17 faltas, 7 do Liverpool, que só teve um, dos quatro advertidos com cartão amarelo, o egípcio Salah, por tirar a camisa, pelo árbitro Craig Pawson, de 40 anos, há sete atuando na Premier League e há seis na FIFA. Os outros  foram o volante Matic, o lateral Shaw e o goleiro De Gea, por reclamação.

Foto: Goal.com