O primeiro gol da história do Campeonato Italiano anulado pelo VAR foi o de Cristiano Ronaldo, por impedimento, aos 35 do primeiro tempo, na vitória (1 x 0) da octacampeã Juventus sobre o Parma, neste sábado (24), no estádio Ennio Tardini. Douglas Costa fez bom lançamento, que o atacante português finalizou de primeira, mas em impedimento.

GOL DO MESTRE – O primeiro gol do jogo isolado da abertura da temporada 2019-2020 do Campeonato Italiano foi do zagueiro Giorgio Chiellini, 35 anos, 1,87m, canhoto, aos 21 do primeiro tempo. Ele desviou o chute do lateral brasileiro Alex Sandro, após o goleiro Luigi Sepe rebater o escanteio do lateral De Sciglio. Foi o gol 36 de Chiellini em 506 jogos pela Juventus, que defende desde 2005. Ele é mestre em Administração de Empresa, formado pela Universidade de Turim.

JUVENTUS FC – Szczesny, De Sciglio, Bonucci, Chiellini e Alex Sandro; Pjanic, Khedira (Rabiot, intervalo) e Matuidi; Douglas Costa (Juan Cuadrado, 26 do segundo tempo), Cristiano Ronaldo e Higuain (Bernardeschi). Com problema de saúde, o técnico Maurizio Sarri, 60 anos, foi substituído pelo assistente Giovanni Matursciello, 48.

27 FALTAS – O árbitro Fabio Maresca marcou 27 faltas (14 da Juventus) e aplicou cinco cartões amarelos, o último dos três do primeiro tempo para o volante brasileiro Hernani, do Parma, por falta em Cristiano Ronaldo. Hernani, 25 anos, mineiro de São Gonçalo do Sapucaí, é estreante, emprestado peloZenit, campeão russo.

O volante francês Adrien Rabiot, 24 anos, estreou na Juventus, que o comprou há três meses, após 228 jogos e quatro títulos pelo Paris Saint Germain. Outros dois novos contratados, o meia inglês Ramsey, 28 anos, e o zagueiro holandês De Ligt, 20 anos, não saíram do banco, assim como o goleiro Buffon, 41 anos, que voltou após 28 jogos em 2018-19 pelo PSG.

Foto: AP Photo/Antonio Calanni