Em campo de três em três dias, o Vasco é o último do Rio a estrear no Campeonato Brasileiro, amanhã (13), em São Januário, com o Sport, que começou vencendo em casa, 3 x 2 no Ceará, campeão do Nordeste. A maratona de seis jogos em dezessete dias se estenderá até o sábado (29), quando fará o clássico da sexta rodada com o Fluminense, no Maracanã. Domingo (16), o Vasco volta a São Januário para o jogo com o São Paulo, e o primeiro como visitante será dia 20, em Fortaleza, com o Ceará.

COPA DO BRASIL – Na volta de Fortaleza, o Vasco receberá o Grêmio, campeão gaúcho, domingo (23), e sairá para o jogo de volta com o Goiás, pela Copa do Brasil, dia 26, precisando vencer por dois gols em Goiânia porque perdeu (1 x 0) o jogo de ida em São Januário. Agosto será concluído no sábado (29), com o clássico no Maracanã com o Fluminense. Bom lembrar: o Vasco estreia amanhã (13) no Brasileiro 2020, oito dias antes de completar 122 anos de fundação (21 de agosto de 1898).

AS ESTREIAS – Vasco é o terceiro do Rio no ranking das estreias no Campeonato Brasileiro, com 47,2% de aproveitamento: 5 vitórias, 2 empates, 5 derrotas. O Botafogo, que estreia hoje (12), como visitante, com o Bragantino, é o segundo com 48.7% de aproveitamento: 5 vitórias, 4 empates, 4 derrotas. O melhor estreante do Rio, com 66,7% de aproveitamento, é o Fluminense: 9 vitórias, 3 empates, 3 derrotas, e o pior estreante é o Flamengo, com 37,8% de aproveitamento: 3 vitórias, 8 empates, 4 derrotas.

CONFRONTO – Vasco e Sport disputarão amanhã (13) o vigésimo nono jogo desde que se enfrentam pelo Brasileiro. Em 28, o Vasco venceu 12, o Sport ganhou 8 e houve 8 empates. A última vez que o Sport venceu o Vasco (3 x 0), em São Januário, foi em 2012, ano de má lembrança para o time pernambucano, que foi rebaixado. Bom dizer: saíram do Sport para o Vasco, três notáveis: Ademir Menezes, primeiro campeão e artilheiro do Maracanã (1950), Vavá, bicampeão mundial (58-62), e Juninho Pernambucano.

NOVIDADE – O meia-atacante Gabriel Pec, petropolitano de 20 anos, formado na base do Vasco, deve ser a novidade na escalação da estreia, ocupando mais a faixa direita do Vasco. O técnico Ramon Menezes, mineiro de 48 anos, definiu a equipe: Fernando Miguel, Pikachu, Castan, Ricardo Graça e Henrique; Felipe Bastos, Andrey e Benitez; Gabriel Pec, German Cano e Talles Magno, que o vice-presidente José Luis Moreira garante não ter sido negociado com o Liverpool.

VASCO x SPORT, amanhã (13), às 20 horas, em São Januário, com arbitragem de Rodolpho Toski Marques, curitibano de 33 anos, do quadro nacional da CBF. Será o primeiro jogo do Brasileiro 2020 que apitará. 

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco