Um dia depois de aumentar para 152 mil os sócios-torcedores, recorde absoluto entre os clubes brasileiros, o Vasco empatou (1 x 1) com o Bahia, na noite de ontem (5), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Os gols foram no fim de cada tempo, com Gilberto marcando de pênalti o do Bahia aos 45, e Marrony empatando aos 40, após cruzamento de Gabriel Pec.

VAR POLÊMICO – Depois de três minutos de consulta ao VAR, o árbitro não confirmou o pênalti que havia marcado, do lateral Moisés, do Bahia, no meia Raul. Mas, aos 45, confirmou o pênalti de Ricardo Graça, do Vasco, que foi expulso, em Gilberto, que abriu o placar com chute tão forte, que furou a rede. 

BAHIA – Douglas, Nino, Lucas Fonseca (Wanderson, 9 do segundo tempo), Juninho e Moisés; Flávio, Gregore e João Pedro; Arthur, Gilberto (Fernandão, 29 do segundo tempo) e Elber (Arthur Caíke, 24 do segundo tempo). Técnico – Roger Machado. O time foi vaiado no último jogo em casa, ao completar oito jogos sem vitória no returno.

VASCO – Fernando Miguel, Caceres (Felipe Bastos, intervalo), Werley, Ricardo Graça e Henrique; Richard, Raul (Gabriel Pec, 32 do segundo tempo) e Andrey; Yago Pikachu, Ribamar (Marcos Júnior, intervalo) e Marrony. O técnico Vanderlei Luxemburgo poupou os zagueiros Henriquez e Castan, com desgaste muscular, e não teve Rossi e Guarani, suspensos.

SUL-AMERICANA – Bahia e Vasco já entraram com a vaga certa na Sul-Americana 2020. Com 49 pontos, o Bahia terminou a rodada em décimo primeiro, com 8 empates nos 19 jogos em Salvador, e o Vasco, com 48 pontos, em décimo terceiro, com 8 empates em 19 jogos como visitante, marcando 19 gols e sofrendo 23.

LUTO POR CORONEL – O Vasco jogou de camisa preta, em luto pelo seu ex-lateral-esquerdo Antonio Evanil da Silva, o Coronel, campeão carioca em 52, 56 e 58. Coronel era de Quatis, município da região do Vale do Paraíba, tinha 84 anos e morreu após no São Francisco de Assis, hospital municipal de Porto Real. 

ARBITRAGEM – Felipe Lima, da Federação Mineira, errou em não marcar o pênalti para o Vasco e acertou ao confirmar o pênalti a favor do Bahia. Agiu certo ao expulsar o zagueiro Ricardo Graça, do Vasco, e o atacante Arthur Caíke, do Bahia. Os cartões amarelos para o goleiro Douglas, e para os vascaínos Felipe Bastos e Richard, suspenso, foram corretos. R$419.760,00. 25.148 pagantes na Arena Fonte Nova.