Escolha uma Página

O VASCO PERDEU A CHANCE de ser líder, e caiu para o terceiro lugar, ao empatar com o Bangu em 2 x 2, neste último domingo (28) de janeiro, na Arena Mané Garrincha, em Brasilia: R$2.316.322,00. 21.087 pagantes. O Vasco jogou com 10 desde os 4 minutos, quando o meia Valnei sofreu falta dura do volante Jair, expulso com cartão vermelho direto.

LOGO APÓS O JOGO, O VASCO pediu em ofício à Federação que o árbitro Tarciso Caetano não seja mais escalado em seus jogos, e amanhã (29), a comissão de arbitragem da Federação de Futebol do Rio receberá representantes do Vasco. Revoltados, milhares de vascaínos protestaram nas redes sociais : “Nem na várzea a arbitragem consegue ser tão ruim quanto a desse senhor vestido de amarelo”.

COM A EXPULSÃO de Jair, o técnico argentino Ramon Diaz tirou o atacante David e reforçou o meio com Zé Gabriel, e três minutos depois foi obrigado a substituir o meia Paulinho, que tentou, mas não conseguiu voltar após pancada no joelho. Praxedes entrou em seu lugar e foi substituído pelo atacante Rossi.

O VASCO abriu o placar logo aos três minutos do 2º tempo, com Praxedes completando cruzamento do lateral Piton, que aos nove criou outra situação de gol, não aproveitada pelo zagueiro João Victor, que cabeceou no travessão. Algo raro: o goleiro Leo Jardim falhou e o Bangu empatou com Gabriel Canela aos 23.

O ZAGUEIRO Felipe Soares, do Bangu, foi expulso aos 32, após falta por trás no argentino Pablo Vegetti. Com tantas interrupções e em clima tenso, o 2º tempo teve 10 minutos de acréscimos, quando os dois últimos gols foram marcados. Aos 53, depois de bela jogada, em que deixou o marcador caído, o francês Payet recolocou o Vasco em vantagem.

O JOGO PARECIA DEFINIDO em favor do Vasco, que fez por merecer a vitória, mesmo com 10 desde os 4 minutos, mas o Bangu estabeleceu o empate final de 2 x 2 aos 59 minutos, quando o atacante João Maranhão converteu com categoria o pênalti que o volante Digão sofreu do zagueiro chileno Medel. O empate do Vasco colocou o Botafogo na vice-liderança com 9 pontos.

O VASCO DO 2º EMPATE: Leo Jardim, Rojas (Puma), João Victor, Medel e Piton; Jair, Paulinho (Praxedes e depois Rossi) e Payet; Erick Marcus (Rayan), David (Zé Gabriel) e Vegetti. Antes do clássico de domingo (4) com o Flamengo, na reabertura do Maracanã, o próximo jogo será 4ª (31) com o Nova Iguaçu, no Parque do Sabiá, em Uberlândia. O Vasco tem o ataque mais positivo (9).

ANTES DO JOGO, os jogadores ergueram o punho, gesto usado na luta antirracista, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. O Vasco é pioneiro na luta pela erradicação do trabalho escravo. Por sua vez, o Bangu conseguiu o primeiro ponto com o técnico França Junior, após a demissão de Alexandre Gomes, depois de três derrotas consecutivas.

O VASCO CONFIRMOU hoje (28), antes do jogo, a compra do volante argentino Juan Sforza, de 21 anos, por cinco milhões de dólares (R$24.500 mil), a serem pagos em parcelas ao Newell’s Old Boys, depois de não conseguir o volante colombiano Gustavo Cuellar, que era o preferido do técnico Ramon Diaz. Sforza está com a seleção argentina e se apresentará ao Vasco após o torneio pré-Olímpico.

Fotos: Fernando Silva/BAC e Lance!