Ainda que tenha dominado a maior parte do jogo, faltou competência ao Vasco nas finalizações para ganhar do Bangu na estreia do Campeonato Carioca de 2020. Outra vez a torcida apoiou, mas também vaiou o time, que ficou no 0 x 0, diante de 17.790 pagantes. R$656.634,00, na tarde deste domingo (19), no estádio de São Januário.

PROTESTO – O time com Fernando Miguel, Pikachu, Werley, Castan e Henrique; Raul (Marcos), Bruno Gomes e Gabriel Pec (Tiago Reis); Talles, German Cano e Marrony foi vaiado em boa parte, mas o protesto maior foi contra o presidente do Vasco, que na opinião da maioria dos torcedores administra mal o clube e não cuida do futebol.

DENTRO de suas limitações, o Bangu entrou para se defender e teve receio até de se expor em contra-ataques. O time com Mateus (Luciano), Raul, Michel, Rodrigo e Dieyson; Yuri (Alex Chander), Juliano, Sidney e Robinho; Jairinho (Rocha) e Thompson, está bem de acordo com a realidade do clube, sem que se possa atribuir culpa ao técnico Eduardo Alax.

GAROTADA VIU – O time sub-20 do Vasco, que teve boa participação na Copa São Paulo e foi eliminado nos pênaltis (4 x 3) pelo Grêmio, após 1 x 1 no tempo normal, assistiu a Vasco 0 x 0 Bangu. O técnico Alexandre Grasseli elogiou o desempenho da equipe e alguns jogadores deverão ser aproveitados no time principal.

SEM TV E SEM VAR – O Vasco x Flamengo da próxima quarta (22), às 21 horas, no Maracanã, não terá transmissão pela televisão e o VAR só será utilizado se houver acerto dos clubes, o que parece pouco provável. O árbitro de video, pelo que está combinado, só será utilizado nas semifinais e nas finais do turno.

Foto: Imirante