Escolha uma Página

Com a virada de 4 x 1 que levou do líder Atlético, no Mineirão, no primeiro jogo em que sofreu quatro gols no atual campeonato, o Vasco desceu do quinto para o nono lugar, com 18 pontos em 12 jogos – 5 vitórias, 4 derrotas, 3 empates e saldo só de dois gols (17 a 15) -, em sua atuação mais irregular. Depois do belo gol de bicicleta do argentino Martin Benitez, aos 9, o Vasco levou a virada em três minutos, com os gols de Arana aos 14 e Savarino aos 17, e antes do intervalo, Guga e Keno, de pênaltis.

OITO DOS NOVE – O Atlético chegou à oitava vitória nos últimos nove jogos, com mais uma atuação em que se impôs como líder indiscutível desde a estreia, quando ganhou (1 x 0) do Flamengo, no Maracanã. Único ainda sem empate, o time mostrou desde o início, mesmo nos poucos minutos que ficou em desvantagem no placar, a firmeza de atacar com impressionante determinação. Não à toa, tem o ataque mais positivo, com 25 gols em 12 jogos, média de 2.08 gols por jogo.

ATLÉTICO – Everson, Guga, Rever, Junior Alonso (Igor Rabelo) e Arana; Jair (Borrero), Franco e Natan (Allan); Savarino, Sasha (Marrony) e Keno (Sávio). Técnico – Jorge Sampaoli. O campeão mineiro tem 27 pontos em 12 jogos – 9 vitórias, 3 derrotas, saldo de 11 gols (25 a 14) -, será visitante no jogo de quarta (7) com o Fortaleza, e domingo (11), no Mineirão, jogará com o Goiás. Bom lembrar: foi a segunda virada do Atlético no Mineirão, depois de 3 x 2 no Corinthians, na segunda rodada.

VASCO – Fernando Miguel, Miranda, Ricardo (Felipe Bastos), Castan e Henrique; Andrey, Carlinhos (Yago Pikachu) e Benitez; Vinícius (Marcos Junior), Cano (Catatau) e Talles (Bruno Gomes). Técnico – Ramon Menezes. Quinto jogo sem vitória – 2 empates, 3 derrotas – e quinto jogo consecutivo sem gol do argentino German Cano. O Vasco jogará quarta (7) com o Bahia, no estádio de Pituaçu, e no próximo sábado (10) o clássico com o Flamengo será em São Januário.

EXPULSÃO – O árbitro Leandro Pedro Vuaden, de 45 anos, da Federação Gaúcha, teve atuação correta, advertindo com cartão amarelo três jogadores de cada time: Junior Alonso, Jair e Allan, do Atlético Mineiro, e Castan, Benitez e Andrey, expulso por falta após o segundo cartão amarelo.

Foto: Goal