Escolha uma Página

EM JOGO ADIADO da 33ª rodada, e sem público, na noite desta 4ª feira (22), no Mineirão, Cruzeiro e Vasco não souberam garantir a vantagem, mas com o empate em 2 x 2 se mantiveram com mais três pontos que o Bahia, primeiro dos quatro últimos, 17º, com 38. Vasco e Cruzeiro têm 41 pontos, mas o Vasco é 15º por ter mais uma vitória que o Cruzeiro, 16º com 10 vitórias. O Vasco tem saldo devedor de 8 gols (37 a 45), e o saldo do Cruzeiro é positivo em 2 gols (32 a 30).

O VASCO FEZ 1 x 0 aos 14 minutos, com o 3º gol em 42 jogos do lateral-direito uruguaio Puma, mas recuou, e o Cruzeiro aproveitou para a virada, nos minutos finais do 1º tempo. Artur Gomes empatou da entrada da área aos 41, e Bruno Rodrigues marcou o 2º gol, aos 54, convertendo com chute forte o pênalti que o atacante Rossi cometeu com o braço esquerdo, mas que o árbitro gaúcho Leandro Vuaden só marcou após rever o lance no VAR.

O CRUZEIRO ESTEVE PERTO da primeira vitória de virada, mas o Vasco evitou a 16ª derrota e conseguiu o 8º empate, após escanteio da esquerda, que o atacante paraguaio Sebastián Ferreira, emprestado pelo Dynamo de Houston, atrasou de cabeça para o petropolitano Gabriel Pec completar de canhota, aos 32 minutos. O Vasco tentou a segunda virada, mas teve outros dois gols do argentino Pablo Vegetti, bem anulados por impedimento, pelo assistente Mauricio Pena.

O VASCO FICOU SEM ROSSI para o jogo de sábado (25) com o Athletico Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba. Substituído por Marlon, no início do 2º tempo, o atacante paraense de 30 anos foi expulso aos 41 minutos, ao se levantar do banco de reservas para reclamar. Se fosse na Premier League, estaria suspenso por três jogos, como acontece com todos os que são punidos com cartão vermelho direto. Outro ausente, o meia Jair, pelo terceiro cartão amarelo.

O VASCO DO 8º EMPATE, segundo 2 x 2: Leo Jardim, Puma, Maicon (Leo), Medel e Piton; Zé Gabriel (Sebastián Ferreira), Paulinho (Jair) e Praxedes (Payet); Gabriel Pec, Pablo Vegetti e Rossi (Marlon). O técnico argentino Ramon Diaz resumiu: “Feliz com a equipe. Com essa aplicação e atitude, dificilmente deixaremos de nos manter na Série A”. O Vasco volta a São Januário 3ª feira (28) para o jogo com o Corinthians, e dia 6 para o último jogo com o Bragantino. O outro jogo como visitante será dia 2 com o Grêmio.

AS CHANCES DE O VASCO se manter na Série A aumentaram quase 60%, desde que o técnico Ramon Diaz assumiu, com 9 vitórias, 6 derrotas e o 5º empate, na noite desta 4ª feira (22), com o Cruzeiro. O Vasco vinha de péssimo 1º turno, que terminou em antepenúltimo (18º), ganhando só 16 pontos dos 57 disputados em 19 jogos. O concorrente Cruzeiro também terá quatro jogos alternados, com Goiás e Botafogo (fora), e Athletico Paranaense e Palmeiras, em casa.

O CRUZEIRO RECORREU ao diretor técnico Paulo Autuori, carioca de 67 anos, para evitar a volta à Série B em 2024, depois de ter sido dirigido pelo uruguaio Paulo Pezzolano, pelo português Pepa e pelo carioca Zé Ricardo, demitido faltando seis rodadas. Autuori, quarto técnico, aceitou o pedido do ex-atacante Ronaldo Fenômeno, dono do futebol do clube, mas deixou claro que “foi a última vez”. Artilheiro notável, Ronaldo é classificado como “dirigente sem competência”.

Foto: Fernando Moreno/AGIF, UOL e Divulgação