Netvasco

O Vasco eliminou o Serra e passou para a terceira fase da Copa do Brasil, com a vitória (2 x 0) bem tranquila da noite de ontem (20), no estádio Kleber Andrade, no município de Cariacica, na Grande Vitória. O apoiador Lucas fez de cabeça o gol do primeiro tempo, aos 27, após lançamento do meia Bruno Cesar, e Ribamar, aos 47 do segundo tempo, marcou o segundo gol. O atacante Marrony precisou ser substituído aos 46 do primeiro tempo, após choque de cabeça com o zagueiro Alex Augusto.

JOGO HISTÓRICO – Foi a primeira vez que Serra e Vasco se enfrentaram, em jogo em que o Vasco teve mais torcedores. O Serra FC é o maior campeão capixaba do século 21, com cinco títulos dos seis que conquistou em sua história de 88 anos, fundado em 24 de junho de 1930. Em sua sexta participação na Copa do Brasil, o Serra conseguiu pela primeira vez chegar à segunda fase, após eliminar o Clube do Remo, de Belém do Pará, feito que um time do Espírito Santo não conseguia há 24 anos.

VASCO – Fernando Miguel, Caceres, Werley, Castan e Danilo; Raul, Lucas, Bruno Cesar (Rossi, 17 do segundo tempo) e Pikachu; Marrony (Yan Sasse, 46 do primeiro tempo) e Maxi Lopez (Ribamar, 33 do segundo tempo). O árbitro Vinícius Dias, da Federação Paulista, teve atuação segura e só mostrou cartão amarelo para dois jogadores do Vasco: o lateral Caceres e o atacante Maxi Lopez, que voltou a ter atuação sem brilho.

CORINTHIANS VIROU – Depois de sofrer os gols de Flavio e Tito, o Corinthians conseguiu a virada (4 x 2) sobre o Avenida, de Santa Cruz do Sul – a 155 km de Porto Alegre -, e avançou à próxima fase da Copa do Brasil, com os gols de Henrique, Avelar, Junior Urso e Gustavo, que marcou pelo terceiro jogo consecutivo. O jogo da noite de ontem (20), na Arena Corinthians, rendeu R$664.493,50, com 21.120 pagantes. A defesa continua sendo a principal preocupação do técnico Fabio Carille, depois de sofrer 13 gols nos últimos 11 jogos.

SANTA NOS PÊNALTIS – O Santa Cruz passou para a terceira fase da Copa do Brasil, em que jogará com ABC ou Moto Clube, ao eliminar o Náutico – 4 x 2, nos pênaltis -, depois de 1 x 1 no tempo normal, na noite de ontem (20), no estádio do Arruda, no Recife. Pipico fez o gol do Santa Cruz e Jorge Henrique, o do Náutico.

Fotos: NetVasco