Escolha uma Página

Depois de oito rodadas sem conseguir duas vitórias consecutivas, o Vasco desceu do sexto para o nono lugar do Campeonato Brasileiro da Série B ao sofrer a quarta derrota, primeira sem fazer gol como visitante, para o Goiás, que venceu o quarto jogo em casa, sem sofrer gol, na noite de ontem (30), no estádio da Serrinha, em Goiânia. Ainda pior: cinco do Vasco estarão fora do próximo jogo, por suspensão, entre eles o meia Bruno Gomes, expulso aos seis minutos.

DESEQUILIBRADO – Expulso pela segunda vez em oito rodadas, o meia Bruno Gomes mostrou-se desequilibrado na noite de ontem (30), em Goiânia, prejudicando o Vasco desde o primeiro minuto, ao ser advertido com cartão amarelo, por um carrinho no meia Caio, e cinco minutos depois, ao ser expulso, por pisar no tornozelo do atacante Luan. Ainda assim, a equipe mostrou-se combativa e conseguiu equilibrar boa parte do jogo, só decidido depois dos 35 do segundo tempo.


LADRÃO E VAGABUNDO – A julgar pelo que o árbitro Douglas Marques das Flores, de 35 anos, da Federação Paulista de Futebol, relatou na súmula, o Vasco não teve equilíbrio fora de campo: “Você é culpado disso seu ladrão. Deu um cartão amarelo para o Vanderlei (goleiro) por cera e depois não deu para o Tadeu (goleiro), seu vagabundo” – referindo-se às ofensas que disse ter ouvido do diretor Alexandre Pássaro Filho, que citou nominalmente na súmula.

OS CINCO SUSPENSOS – Além do meia Bruno Gomes, que voltava de suspensão e vai cumprir a segunda em oito rodadas, o Vasco teve mais quatro punidos com o terceiro cartão amarelo, automaticamente suspensos do jogo de sábado (3), em São Januário, com o Confiança de Aracaju, décimo quinto com 8 pontos, que perdeu em casa para o Coritiba por 1 x 0. São os atacantes Morata e Leo Jabá, e os meias Bruno Gomes, Galarza e Juninho, expulso depois do jogo.

BOM RETORNO – Bem substituído por Lucão, enquanto se recuperava da Covid-19, o goleiro Vanderlei teve bom retorno, com defesas seguras, saídas precisas e sem culpa no gol do meia paulista Everton Brito, que aproveitou a volta da bola na trave, em chute de Figueira, aos 36 minutos do segundo tempo. Foi a segunda derrota do Vasco fora de casa, depois de 2 x 1 para o Cruzeiro; 1 x 1 com a Ponte Preta e a única vitoria, 2 x 1 sobre o Brasil de Pelotas.

PRIMEIRA VITÓRIA – Último time a vencer, a Ponte Preta não saiu do último lugar com os 2 x 1 de ontem (30) em seu estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, sobre o CSA. Com a derrota por 2 x 0, em Belém, para o Sampaio Corrêa, o Remo entrou no rebaixamento, em décimo sétimo, seguido do Vitória, Brasil de Pelotas e da Ponte Preta. 

Foto: Lance!