COM A VITÓRIA DO GRÊMIO sobre o Guarani por 2 x 1, na noite de ontem (5), no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, o Vasco perdeu a vice-liderança para o time gaúcho por um ponto (39 a 40), e ainda pode cair para o 4º lugar, se o Bahia, com 37, vencer o CSA, hoje (6), na Arena Fonte Nova, em Salvador. 

A PERDA DE DUAS POSIÇÕES era prevista, desde que o Vasco abriu a 22ª rodada empatando sem gol com a Chapecoense, no último domingo (31) de julho, em São Januário. 2 x 1 no Guarani foi apenas a 2ª vitória do Grêmio em 12 jogos como visitante, em que empatou 9 e não fez gol em 7, com seis 0 x 0.

O VOLANTE PARAGUAIO Mathias Villasanti marcou o 1º gol de fora da área aos 19, e o meia Gabriel Teixeira, emprestado pelo Fluminense, fez 2 x 0 aos 30 minutos. O zagueiro João Victor, emprestado pelo Vitória, marcou aos 49, de cabeça, o gol do Guarani, 18º com 19 pontos, na 4ª derrota em Campinas e no 5º jogo sem vencer. 

BRENO, Rodrigo, Pedro Geromel (cap), Bruno Alves e Nicolas (Diogo Barbosa); Mathias Villasanti, Lucas Leiva (Tiago Santos), Gabriel Teixeira e Campaz (Janderson); Guiherme (Thaciano) e Diego Souza (Elkeson) – o Grêmio, que só perde a vice-liderança se o Bahia vencer hoje (6) o CSA. 

O CRUZEIRO, LÍDER COM 46 pontos e 14 vitórias, é favorito no jogo de hoje (6), com o Tombense, 5º com 32 pontos, no Mineirão. Mas, se conseguir vencer, o Tombense ficaria a apenas 4 pontos do Vasco.

O VASCO ABRIRÁ A 23ª RODADA como visitante, 3ª feira (9), com a Ponte Preta, 13º com 26 pontos, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Na mesma noite, o Cruzeiro também será visitante no jogo com o Londrina, e o Bahia com o Sampaio Corrêa, em São Luis. Dos quatro primeiros, só o Grêmio jogará em casa com o Operário.

Foto: Diário Gaúcho