SE VENCER NESTE DOMINGO (3) O CONFIANÇA, EM ARACAJU, O VASCO SOBE DUAS POSIÇÕES, ultrapassa Guarani e CSA, com 42 pontos, e termina a vigésima oitava rodada em sexto, com 43 pontos, a 5 do CRB (quinto), do Goiás (quarto) e do Botafogo, que caiu para terceiro com 48, ao levar a virada (2 x 1) do Avaí (49), que assumiu a vice-liderança. O Coritiba, líder com 53 pontos, é o único que manterá posição, independente do resultado de amanhã (4), em Belém, com o Remo.

DECEPCIONOU – Melhor mandante da Série B 2021, com oito vitórias consecutivas, sete sem sofrer gol, o Botafogo decepcionou com atuação medíocre, na noite de ontem (2), no estádio Nilton Santos, depois de um só chute em gol no primeiro tempo, e de levar a virada do campeão catarinense. Foi a sexta vitória do Avaí em catorze jogos como visitante, depois de quatro derrotas, sem fazer gol em três, e de quatro empates em 0 x 0. 

LEVE E RÁPIDA – O Botafogo deu a impressão de que seria outro na volta do intervalo, ao abrir o placar aos 4 minutos, com o desvio de Diego Gonçalves, após o escanteio de Chay. Mas ficou só na impressão, leve e rápida, ao sofrer o empate aos 17 minutos, com o primeiro gol do volante paulista Jean Cleber, que fez lançamento na área, sem que ninguém tocasse na bola. O último desatento no lance, em que houve falha coletiva, foi o goleiro Diego Loureiro.

DESEQUILÍBRIO – Tanto quanto na estreia, em que o Botafogo venceu a primeira fora de casa – 1 x 0 no Confiança, sábado, 24 de julho, em Aracaju -, quando ofendeu o quarto árbitro e foi suspenso por quatro jogos, o técnico Enderson Moreira voltou a demonstrar tensão e desequilíbrio. Pouco depois dos 25 minutos, ao trocar Diego Gonçalves por Warley e Marco Antonio por Rafael, o técnico exaltou-se e discutiu com torcedores, que têm o direito de reclamar.

A VIRADA – O volante Bruno Silva, do Botafogo em 2016-17, aproveitou bem o rebote do goleiro, após chute cruzado do atacante Rômulo, e fez o gol da virada, aos 34, colocando o Avaí na vice-liderança. No minuto seguinte, o técnico substituiu Chay por Luis Henrique, e Rafael Navarro por Rafael Moura, ambos apagados, provocando outra reação contra o técnico, que parece ter perdido o crédito dos números tão positivos de uma campanha que levou o time ao G-4.

PRESSIONADO – Além de perder a vice-liderança, o Botafogo terminou a rodada pressionado pelo Goiás, que fez 3 x 0 em casa no Vitória, após três derrotas consecutivas, e pelo CRB, que também perdeu a chance de ser o novo vice-líder ao ficar no 0 x 0 com o CSA. O Botafogo terá outra chance em casa, na próxima sexta (8), ao receber o CRB para confronto direto, ambos com 48 pontos. O Botafogo tem 14 vitórias, igual ao Avaí, e o CRB, 13, igual ao Goiás, quarto colocado.

VASCO GANHOU – A derrota de ontem (2) do Guarani para o Brusque (3 x 0) e o 0 x 0 do CSA com o CRB foram bons para o Vasco, que os ultrapassará se vencer hoje (3) o Confiança. O Guarani é sexto com 42 pontos, 11 vitórias, 8 gols de saldo, e o CSA, sétimo com 41 pontos, 12 vitórias, 6 gols de saldo. Vencendo, o Vasco será sexto com 43 pontos, 12 vitórias e aumentará o saldo de 3 gols, com 32 marcados e 29 sofridos.

Foto: Fogãonet