Escolha uma Página

DEPOIS DE QUATRO derrotas consecutivas, o Vasco venceu o Vitória por 2 x 1, no último jogo da noite deste domingo (12), em São Januário, e subiu quatro posições, saindo de 17º para 13º com 6 pontos. O Fluminense caiu para 17º, com 5 pontos, e só sairá do rebaixamento se vencer o São Paulo amanhã (13), no Morumbi.

DIANTE DE MENOS de 12 mil torcedores, que vaiaram o time na saída para o intervalo, o Vasco voltou a apresentar futebol de baixo nível e só conseguiu vencer porque a qualidade do Vitória, 18º, com 1 ponto, 4 derrotas e saldo negativo de 6 gols (5 a 11), é ainda mais inferior. Foi um dos piores dos 51 jogos do Brasileiro.

SALVOU-SE A VOLTA do meia francês Dimitri Payet, que aos 4 minutos do 2º tempo bateu escanteio sob medida para o zagueiro paulista Maicon fazer 1 x 0 de cabeça, e aos 10 minutos deu assistência para o argentino Pablo Vegetti marcar o 2º gol de pé direito. O carioca Yuri Castilho fez o gol do Vitória aos 46 minutos.

BOM LEMBRAR: o último gol do zagueiro Maicon, de 35 anos, 1,91m, havia sido há seis anos, na conquista do campeonato turco de 2017-18 pelo Galatasaray, que defendeu em 35 jogos. Revelado no Cruzeiro, campeão da Copa São Paulo de 2007, ele foi tricampeão português no FC Porto em 2010-2011-12-13.

COM 10 MINUTOS de acréscimos, a situação do Vasco foi aliviada com a expulsão do zagueiro Camutanga, flagrado pelo assistente Alex Ribeiro, após agredir fora do lance o meia Praxedes com uma cotovelada no grande círculo. O árbitro paulista Raphael Claus acertou na expulsão e também advertiu Praxedes com amarelo.

A ÚNICA VITÓRIA do Vasco havia sido na estreia por 2 x 1 sobre o Grêmio, no domingo, 14 de abril em São Januário. Depois, derrotas por 2 x 1 para Bragantino e Fluminense; a goleada do Criciúma (4 x 0), que provocou a demissão do técnico Ramon Diaz, e a derrota para o Athletico Paranaense por 1 x 0.

O TIME QUE VOLTOU A VENCER: Leo Jardim, João Victor (Paulo Henrique), Maicon, Leo (c) e Lucas Piton; Juan Sforza, Galdames (Mateus Carvalho) e Payet (Praxedes); Rossi (Adson e depois Puma), Vegetti e David. O Vasco voltou a ser dirigido pelo interino Rafael Paiva, técnico da equipe Sub-20. Ele considera que “o novo técnico vai assumir uma equipe mais madura e consciente”.

O VASCO ESTÁ PRÓXIMO do acerto com o técnico português Alvaro Pacheco, de 52 anos, 5º da Liga Portugal com o Vitória de Guimarães, que venceu 18 dos 32 jogos, com 5 empates e 9 derrotas. Ele adota o esquema com três zagueiros; dois alas; três meias e dois atacantes, quase sempre pressionando o adversário no próprio campo.

O VASCO SERÁ MANDANTE no clássico do próximo sábado (18), às 21 horas, no Maracanã, com o Flamengo, pela 7ª rodada, mas há um acordo entre os clubes para divisão igualitária dos ingressos, tanto no jogo do turno quanto no do returno do Campeonato Brasileiro. A venda será iniciada 3ª feira (14).

Fotos: Matheus Lima, Leandro Amorim,