O VASCO É AMPLO FAVORITO e tem obrigação de vencer o Náutico, não só para ampliar a invencibilidade como mandante, mas para voltar a abrir vantagem sobre os concorrentes e garantir a volta à Série A em 2023. Para isso, e não será diferente de nenhum dos outros jogos, terá São Januário lotado na noite desta 6ª feira (16).

É O 15º JOGO DO VASCO como mandante, com o retrospecto expressivo de nove vitórias, sete sem sofrer gol, e a única fora de São Januário foi a do 1 x 0 sobre o Cruzeiro, com recorde de público no Maracanã. Vencendo o Náutico, o Vasco pode consolidar o retorno à Série A, dia 29, na volta ao caldeirão, no jogo com o Londrina.

O NÁUTICO vem de vitórias por 2 x 0 no Ituano e 1 x 0 no Brusque, mas é um visitante inexpressivo, que sofreu 10 derrotas, seis consecutivas, sem sequer fazer gol. Último com 27 pontos, dos 87 que disputou, só ganhou 7 dos 29 jogos e o saldo negativo de gols é de 16, com 24 marcados e 40 sofridos.

VENCENDO, O VASCO mantém o 4º lugar e fica a 2 pontos do Grêmio, 3º com 50, visitante no jogo desta 6ª (16) com o Novorizontino. Até mesmo o empate seria desastroso porque o Vasco iria aos 46 pontos e poderia ser ultrapassado, e sair do G4, se o visitante Londrina, 5º com 44, vencer em seguida o Tombense, 11º com 39.

DEPOIS DO JOGO com o Náutico, o Vasco vai visitar o Cruzeiro, invicto no Mineirão, e que sela a volta à Série A, em caso de vitória, na noite da próxima 4ª (21). E o jogo da última 4ª (28) de setembro, em São Januário, será o da classificação, se o Vasco vencer o Londrina no confronto direto.

Foto: SuperVasco