NO PRIMEIRO JOGO SOB A ORIENTAÇÃO do assistente Emílio Faro, da comissão técnica permanente, após o técnico José Ricardo entregar o cargo para assumir o Shimizu-Plus, do Japão, o Vasco tenta a primeira vitória como visitante, depois de 1 x 1 com CRB e Tombense, e 0 x 0 com Chapecoense e Guarani. Único invicto, o Vasco se manterá em 4º, mesmo que não vença, porque o Grêmio, 5º, tem 14 pontos.

NONO COM 12 PONTOS, o Náutico só venceu um dos quatro jogos como mandante – 2 x 0 no Operário -, empatando com Guarani e CSA em 1 x 1 e perdendo para Bahia e Cruzeiro por 1 x 0. Pela primeira vez, na atual Série B, o Náutico não jogará em seu estádio dos Aflitos porque o gramado se apresenta em más condições, devido às chuvas que continuam causando muitos problemas no Recife.

NÁUTICO x VASCO, às 19 horas de hoje (7), será no estádio José do Rego Maciel, do Santa Cruz, no Arruda, um dos bairros mais antigos da zona norte do Recife e assim chamado em homenagem ao português Manuel Arruda, dono da primeira quitanda do bairro. O Náutico desistiu de fazer o jogo na Arena Pernambuco, no município de São Lourenço da Mata, a 17 km do Recife, devido ao trânsito intenso. 

NÁUTICO e VASCO empataram em 2 x 2 pela Série B, em 2021, no estádio dos Aflitos. O jogo desta 3ª feira (7), será o 20º entre os times na capital pernambucana, com vantagem de sete vitórias do Vasco, três vitórias do Náutico e 9 empates. No estádio do Náutico, o Vasco nunca perdeu para o Náutico, ganhando dois jogos e empatando seis. 

NÃO HÁ MUITA INFORMAÇÃO sobre o técnico que dirige o Vasco pela primeira vez na noite de hoje (7), inclusive idade e naturalidade. Emílio Faro iniciou como preparador fisico em 1987 e tornou-se assistente do técnico Jair Ventura, do Goiás, que na noite de ontem (6) ganhou de virada do Botafogo por 2 x 1. Faro trabalhou com Jair no Santos, Corinthians e Chapecoense, e está no Vasco desde dezembro de 2021.

Foto: Spotbuzz / UOL