Fora das finais da Taça Guanabara, o Vasco pode também não disputar as finais da Taça Rio, com dois pontos em dois jogos, que o deixam em quarto lugar, atrás do Madureira e do Volta Redonda, com quem não saiu do 0 x 0 na noite deste domingo (8), no estádio Raulino de Oliveira. O tempo de espera se esgotou. O Vasco precisa de uma grande guinada, sob pena de afundar de vez, o que seria, bem mais que triste e decepcionante, desastroso.

SE NO COMBALIDO e defasado Campeonato Carioca o Vasco não consegue vaga em finais de turno, o que esperar que possa fazer, na Copa do Brasil e no Brasileirão, com um time muito abaixo do nível da média, desmotivado pela falta de pagamento? O técnico Abel Braga, de todos, o menos culpado, reconheceu que “com o que mostrou no 0 x 0 com o Volta Redonda, o Vasco não pode pensar em vencer o Goiás na próxima quinta (12)”.

ELENCO FRACO – Há algumas exceções, raras, no elenco do Vasco, que é fraco, muito fraco. Sem valores, fica difícil ao técnico montar uma equipe competitiva e fazê-la jogar bem, e é precisamente disso que o Vasco está precisando, faz tempo. Se não mudar logo, contratando jogadores de qualidade, o Vasco vai descer a ladeira nas três últimas competições que lhe restam até o fim do ano. Será preciso muito esforço para evitar mais um rebaixamento.

Foto: Net Vasco