Foto: site Gazeta Esportiva

Em jogo de baixo nível técnico, principalmente no primeiro tempo quando os times saíram vaiados, o Vasco venceu o Fluminense (1 x 0, gol de Maxi Lopez, de pênalti), na tarde deste primeiro sábado (3) de novembro, no Maracanã (R$343.255,00 / 12.728 pagantes). Com a nona vitória, o time soma 38 pontos, mas pode cair as duas posições que subiu, se Bahia (37) e Ceará (37) vencerem. O Bahia joga em casa com a Chapecoense, e o Ceará, no Recife, com o Sport.

INOPERANTES – Fluminense e Vasco quase nada produziram no primeiro tempo. As poucas chances foram do Fluminense, sem finalizadores capazes. Luciano perdeu as melhores, acertando o travessão e parando em defesa do goleiro Martin Silva. Os que mais decepcionaram no Vasco foram Marrony, Pikachu e Fabrício, que o técnico se viu obrigado a substituir, por imposição dos torcedores.

O GOL – O argentino Maxi Lopez, com atuação apenas esforçada, aproveitou a melhor chance para fazer o gol do jogo, aos 13 do segundo tempo, e dar ao Vasco a nona vitória, ao cobrar o pênalti com a precisão habitual. O árbitro Luis Flavio Oliveira, da Federação Paulista, viu pênalti quando a bola bateu no braço do zagueiro Paulo Ricardo, após o cruzamento de Tiago Galhardo. Mas, ignorou a falta, dentro da área, de Tiago Galhardo, que pisou no pé de Mateus Alessandro.

PRIMEIRA FORA – O mando de campo foi do Fluminense, mas isso não significa vitória do Vasco como visitante. A primeira vitória fora de casa, que ainda não conseguiu, o Vasco vai tentar no próximo domingo (11), na Arena Grêmio. Depois, o Vasco ainda fará mais dois jogos fora do Rio, com o Corinthians e o Ceará (última rodada, 2 de dezembro). Em São Januário, os três jogos finais serão com Atlético Paranaense, São Paulo e Palmeiras.

O Fluminense jogará como mandante com Sport, Ceará e América Mineiro (última rodada), e como visitante com Palmeiras, Bahia e Internacional.