O Vasco voltou ao G4 ao seu melhor estilo, com mais uma grande vitória, impondo nos 3 x 2 da noite de ontem (13) a segunda derrota ao Botafogo, que completou cinco jogos sem vencer e terminou a décima rodada como primeiro dos quatro últimos colocados do Campeonato Brasileiro de 2020, só dois pontos acima do lanterna Bragantino. Com um jogo a menos e só três pontos atrás do líder, o Vasco divide com o Internacional a artilharia com 15 gols e tem o vice-artilheiro, Cano, com 7.

BOM JOGO – Botafogo e Vasco fizeram bom jogo, principalmente no segundo tempo, quando as emoções aumentaram com quatro gols. O Vasco saiu em vantagem para o intervalo, com o gol de Ribamar, aos 36 minutos, aproveitando a falha dos zagueiros, após cruzamento sob medida de Benitez. O Botafogo empatou aos 4 minutos com Mateus Babi, mas o Vasco fez 2 x 1 aos 26, quando o goleiro rebateu a cabeçada de Cano e o argentino completou para marcar seu sétimo gol.

O PRIMEIRO – O terceiro gol do Vasco, que seria o da vitória, foi o primeiro de Igor Catatau, em quatro jogos, aos 27 minutos, com bela finalização de canhota. Bom dizer: Igor, de 25 anos, foi guardador de carros no Leblon, na Rua Fadel Fadel, ao lado da sede do Flamengo, e está emprestado, junto com o zagueiro Marcelo Alves, de 22 anos, pelo Madureira, até o final de 2020, quando o Vasco pretende ficar em definitivo com ambos.

OUTRO BOM – Autor dos dois gols do Botafogo, o atacante Mateus Babi fez o segundo aos 38 minutos, com assistência de Kalou, que só entrou no decorrer do jogo, em virtude do desgaste da viagem à França, onde participou da formatura na Escola de Negócios de Lyon, a 500 km da capital Paris. Mateus Babi, de 23 anos, é de Macaé, a 180 km da capital do Rio de Janeiro, e está emprestado ao Botafogo até dezembro pelo Serra Macaense, que participa do campeonato estadual da Série B.

VASCO – Fernando Miguel, Pikachu, Ricardo (Miranda), Castan e Henrique; Felipe Bastos, Marcos Junior e Benitez (Neto Borges); Ribamar (Igor Catatau), German Cano e Talles (Bruno Cesar). Técnico – Ramon Menezes. Quarto com 17 pontos em 9 jogos  5 vitórias, 2 derrotas, 2 empates, saldo de 6 gols (15 a 9) -, o Vasco faz o próximo jogo, domingo (20), no estádio Couto Pereira, em Curitiba, com o Coritiba, penúltimo colocado e o que mais perdeu (6 derrotas em 10 jogos)

BOTAFOGO – Diego Cavalieri, Kevin (Barrandegui), Benevenuto (Kalou), Forster, Kanu e Victor Luis; Caio Alexandre (Luis Otávio), Honda (Renteria) e Bruno Nazario; Rhuan (Pedro Raul) e Mateus Babi. Técnico – Paulo Autuori. O Botafogo é décimo sétimo com 9 pontos em 9 jogos  1 vitória, 2 derrotas, 6 empates, saldo negativo de 2 gols (9 a 11) – e voltará ao estádio Nilton Santos para o próximo jogo, domingo (20), com o Santos, sétimo com 15 pontos.

CINCO CARTÕES – Wilton Pereira Sampaio, de 38 anos, da Federação Goiana e da FIFA, teve mais uma boa atuação, facilitada pelo nível disciplinar do jogo que Botafogo e Vasco disputaram com lealdade. Os advertidos do Vasco foram Felipe Bastos e Benitez, e Kevin e Forster, além do técnico Paulo Autuori, aos 19 do segundo tempo, por mais uma reclamação. 

Fotos: Metrópoles, Jornal O Dia, Portal Blog do Lago, ValeSeuClick, NetVasco