Os dois 0 x 0 da noite de ontem (9), na abertura da vigésima oitava rodada, deram alento ao Vasco e ao Botafogo, que fazem o quinto e último jogo de hoje (10), tentando ganhar o máximo dos 33 pontos que restam para escapar do rebaixamento. O Vasco terá mais cinco jogos em São Januário e o Botafogo mais quatro jogos no estádio Nilton Santos, e só não precisarão sair do Rio em um jogo em que não terão o mando de campo: o Botafogo com o Fluminense e o Vasco com o Flamengo, ambos no Maracanã.

SITUAÇÕES – O resultado do Vasco x Botafogo, da noite deste domingo (10), só pode mudar a situação do Vasco, que, se vencer, subirá uma posição e terminará a rodada em décimo quinto. Ganhando do Botafogo, o Vasco terá 32 pontos, igualando-se ao Fortaleza, mas superando o campeão cearense em uma vitória (8 a 7). O saldo de gols do Fortaleza, com 2 negativos (24 a 26), é superior ao do Vasco, com 13 negativos (26 a 39) (13). Bom lembrar: o saldo de gols é o segundo quesito de desempate.

SE NÃO VENCER o Botafogo, o Vasco, com 29 pontos e 7 vitórias, só pode cair uma posição e terminar a rodada em décimo sétimo, se o Bahia, décimo sétimo com 28 pontos e 8 vitórias, vencer o Atlético Goianiense, em Goiânia, em jogo a ser encerrado minutos antes de Vasco x Botafogo. O Goiás, décimo oitavo com 26 pontos, mesmo que vença o Internacional, em Porto Alegre, só empatará com o Vasco em pontos (29) e vitórias (7), mas ficará em desvantagem no saldo de gols.

COMPLICADO – O Botafogo não sairá do penúltimo lugar, mesmo que vença o Vasco, e o Goiás perca para o Internacional. Ganhando do Vasco, o Botafogo empataria em pontos (26) com o Goiás, mas continuaria com menos uma vitória (5 a 6). O Botafogo deixou de ser o que menos empatou, mas continua sendo o que menos venceu. O Botafogo só ganhou 4 jogos, e é bom repetir: vitória, é o primeiro ítem de desempate, quando dois ou mais times estão iguais em pontos.

O QUE RESTA – O Vasco ainda fará cinco jogos em São Januário, após o da noite de hoje (10) com o Botafogo. No próximo sábado (16) com o Coritiba; dia 24 com o Atlético Mineiro e dia 31 com o Bahia. Em fevereiro, dia 17 com o Internacional, e dia 24, na última rodada, com o Goiás. Sem o mando, o Vasco terá dois jogos em janeiro: dia 20 com o Bragantino e dia 27 com o Palmeiras (adiado da primeira rodada), e em fevereiro, dia 7, com Flamengo, no Maracanã; 13 com o Fortaleza e 21 com o Corinthians.

O BOTAFOGO terá mais cinco jogos, sem o mando de campo, em janeiro: dia 17 com o Santos; dia 23 com o Fluminense, no Maracanã, e dia 31 com o Palmeiras. Em fevereiro, os últimos jogos fora do Rio, dia 17 com o Goiás, e dia 24, na última rodada, com o Ceará. O último jogo de janeiro, no estádio Nilton Santos, será no feriado de São Sebastião, dia 20, com o Atlético Goianiense, e em fevereiro, dia 7 com o Sport; dia 13 com o Grêmio, e dia 21 com o São Paulo.

OLHANDO NO ALTO da tabela, o São Paulo, com 56 pontos e 16 vitórias, não deixará de ser líder, mesmo que perca hoje (10), no Morumbi, para o misto do Santos, e que o Internacional, vice-líder com 50 pontos e 14, vença o Goiás, na Arena Beira Rio. Iguais com 49 pontos, o Flamengo, quarto, pelos critérios de desempate, é favorito no jogo da tarde de hoje (10), no Maracanã, com o Ceará, e o Atlético Mineiro, terceiro, poderá ter mais dificuldade na visita de amanhã (11) ao Bragantino. O Grêmio, também com 49 pontos, está só na espreita.

Foto: Super Vasco