Depois dos 3 x 0 sobre o Fluminense, o Goiás emendou outra vitória sobre tricolor, com o 1 x 0 da noite de ontem (25) no São Paulo, que poderia ao menos ter empatado, mas não soube aproveitar o pênalti que o lateral Reinaldo sofreu de Yago Rocha e bateu, mas o goleiro Tadeu defendeu aos 26 do segundo tempo.

PASSE DE CABEÇA – O gol do Goiás, marcado pelo uruguaio Leandro Barcia, atacante de 26 anos, foi aos 16 do primeiro tempo. Depois de escanteio de Yago Rocha, Rafael Moura fez o primeiro desvio de cabeça e Michael, o segundo, com a bola chegando a Leandro Barcia para driblar Ygor Vinícius e finalizar na saída do goleiro Tiago Volpi.

MUITAS VAIAS – O time e o técnico Cuca ouviram muitas vaias na noite fria de ontem (25), no Morumbi, que recebeu o segundo menor público do ano: 12.505 pagantes. R$416.972,00. O São Paulo chegou ao terceiro jogo sem vitória no estádio, com a quarta derrota em 21 jogos, mas manteve o sexto lugar com 35 pontos.

SÃO PAULO – Tiago Volpi, Igor Vinícius (Helinho, 32 do segundo tempo), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Daniel Alves; Toró (Antony, 46 do primeiro tempo), Everton (Igor Gomes, intervalo) e Pablo. Técnico – Cuca. O próximo jogo será com o líder Flamengo, sábado (28), às 19 horas, no Maracanã.

GOIÁS – Tadeu, Yago Rocha, Fabio Sanches, Rafael Vaz e Jeferson; Gilberto, Yago Felipe e Leo Sena; Leandro Barcia (Kaio, 19 do segundo tempo), Michael (Marcelo Hermes, 32 do segundo tempo) e Rafael Moura (Rafinha, 37 do segundo tempo). Técnico – Ney Franco. O Goiás é décimo segundo com 27 pontos e faz o próximo jogo com o Cruzeiro, segunda (30), no Serra Dourada. O Goiás não vencia como visitante desde a estreia, quando derrotou (1 x 0) o Fluminense, no Maracanã.

SEIS CARTÕES – Boa arbitragem de Bruno Arleu Araújo, da Federação do Rio de Janeiro. Ele advertiu com cartão amarelo, Arboleda e Helinho, do São Paulo, e quatro do Goiás: Michael, Yago Rocha, Jeferson e Marcelo Hermes.

Foto: Jornal Integração