Escolha uma Página

FOTO: Site oficial do Real Madrid / HELIOS DE LA RUBIA

O atacante Vinícius Júnior participou pela primeira vez de um jogo inteiro do Real Madrid, na goleada (4 x 0) sobre o Mellila, da quarta divisão, pelo início da fase de grupos da Copa do Rei em que os times mais importantes não escalam todos os titulares. Vinícius não fez gol, mas deu assistência para Marco Asensio marcar o segundo, no último lance do primeiro tempo. Benzema fez 1 x 0, com assistência do lateral Odriozola, que marcou o terceiro, e Cristo fechou a goleada.

Foi também o primeiro jogo do argentino Santiago Solari, que dirige o time B do Real Castilla, após a demissão de Julen Lopetegui, que só escalou Vinícius Júnior uma vez na equipe principal, durante doze minutos, no 0 x 0 com o Atlético de Madrid. Solari, que dirigiu o atacante brasileiro em seis jogos no time B, deixou-o participar do jogo inteiro em que Vinícius esteve bem no ataque – acertou chute no travessão -, mas não participou da marcação.

FOTO: Site Oficial do REal Madrid / HELIOS DE LA RUBIA

MAIS TEMPO – Dos titulares, o técnico do Real Madrid escalou o lateral-direito Odriozola e o zagueiro Sergio Ramos, na defesa; no campo, Marco Asensio e Lucas Vazquez, e no ataque apenas o francês Benzema, que saiu na metade do segundo tempo para a entrada de Valverde, com quem Vinícius formou a segunda dupla ofensiva do time durante o jogo. O diário Marca – principal jornal esportivo espanhol – disse que “Vinícius deixou claro que merece mais tempo no time principal”.

DE VERMELHO – O Real Madrid trocou o tradicional uniforme branco por um todo vermelho no jogo da noite desta última quarta (31) de outubro, no acanhado Alvarez Claro, estádio com apenas seis mil lugares, na pequena Melilla, cidade espanhola no norte da África, a 573 km de Madrid. O próximo jogo do Real Madrid será com o Valladolid, no estádio Santiago Bernabeu, pela décima primeira rodada do Campeonato Espanhol, sábado (3).

OUTRO  BRASILEIRO DESDE O INÍCIO

Foto: Octavio Passos/Getty Images

O Barcelona foi a Leon – a 760 km de distância – e ganhou (1 x 0, gol do zagueiro belga Lenglet, no minuto final – do Cultural Leonesa, da segunda divisão A, em jogo em que o técnico Ernesto Valverde escalou pela primeira vez desde o início o atacante brasileiro Malcom, paulistano, 21 anos, comprado em julho do Bordeaux por 41 milhões de euros. Ele não chegou a ter grande desempenho, mesmo mantido até o final.

Além do zagueiro Lenglet, autor do gol, completando de cabeça a falta batida pelo francês Dembélé, o técnico só escalou mais um titular, o lateral-direito português Nelson Semedo. O chileno Arturo Vidal, que fez o quinto gol nos 5 x 1 de domingo no Real Madrid, também participou. O meia Arthur, que ganhou a titularidade e é um dos destaques da equipe líder do campeonato, não ficou até o final.

O Barcelona, mesmo sem a maioria dos titulares, atraiu grande público ao estádio Reino de Leon e a lotação de 13 mil lugares estava praticamente completa. O técnico Ernesto Vidal se mostra otimista, após o parecer dos médicos do clube, quanto à volta de Messi, antes do tempo previsto, após a fratura no cotovelo direito. O Barcelona lidera o campeonato e joga sábado (3) com o Rayo Vallecano, penúltimo, no estádio Teresa Rivero.