Na reta final de La Liga, o primeiro domingo (2) de maio foi emocionante, com a virada do Barcelona sobre o Valencia por 3 x 2, no estádio Mestala, onde Messi marcou mais dois gols, ampliando a vantagem na artilharia (28 a 21) sobre o francês Benzema, do Real Madrid. O zagueiro brasileiro Gabriel Paulista abriu o placar para o Valencia, aos 5 do segundo tempo, com um gol de cabeça irregular, após cometer falta no goleiro alemão Ter Stegen, que reclamou e foi advertido com cartão amarelo.

A VIRADA – O Barcelona passou à frente em seis minutos, com o gol de empate de Messi, aos 12, cobrando pênalti cometido com a mão pelo zagueiro Toni Lato, valenciano de 23 anos. O goleiro holandês Jasper Cillessen, de 32 anos, que foi do Barcelona de 2016 a 2019, defendeu a cobrança, mas Messi aproveitou o rebote. Em outra rebatida do goleiro, o francês Griezmann fez 2 x 1 aos 18, e aos 28, Messi marcou o terceiro de falta. O segundo do Valencia foi de Carlos Soler, belo gol de fora da área.

26 FALTAS – O árbitro José Maria Sanchez Martinez, de 37 anos, marcou 26 faltas, 14 do Barcelona, que entrou forte na maioria das divididas, mas só teve um dos três advertidos com cartão amarelo, o goleiro Ter Stegen, que reclamou da falta sofrida no lance do primeiro gol. O Barcelona não vencia há cinco jogos no estádio Mestala: dois empates e três vitórias do Valencia, que sofreu a décima quarta derrota em 34 jogos, é o décimo quarto colocado entre os 20 e tem saldo negativo de 8 gols (43 a 51).

A DECISÃO – O jogo do próximo sábado (8), no Camp Nou, é uma decisão para Barcelona e Atlético de Madrid, quando ficarão restando então três rodadas. O Atlético lidera com 76 pontos (23 vitórias); o Real Madrid é vice-líder com 74 e o Barcelona, com igual pontuação, é terceiro com mais uma vitória (23), mas o primeiro item de desempate é pelos gols sofridos: o Real sofreu 24 e o Barcelona, 33. Se conseguir vencer, o Atlético de Madrid estará com o título praticamente assegurado.

O QUE FALTA – Nos três últimas rodadas, o Atlético de Madrid jogará em casa com Real Sociedad e Osasuna, e fora com o Valladolid. O Real Madrid, com jogo difícil no próximo domingo (9), fora de casa, com o Sevilha, nas três últimas derrotas fará mais dois jogos fora, com Granada e Athletico de Bilbao, e na última rodada, em Madrid, com o Villarreal. O Barcelona jogará fora com Levante, em casa com o Celta de Vigo, e fora com o Eibar, na rodada final.

Fotos: Barcelona FC