Escolha uma Página

O BRASIL GANHOU DE VIRADA do Equador por 2 x 1, nesta 2ª feira (29), e garantiu a classificação antecipada para o quadrangular do pré-Olímpico, que está sendo disputado na Venezuela. Única com 100% de aproveitamento, a seleção brasileira sofreu o primeiro gol, após 1 x 0 na Bolívia e 2 x 0 na Colômbia, e fará o último jogo da fase de grupos com a Venezuela, 5ª feira (1).

O BRASIL SÓ TEVE UMA CHANCE no primeiro tempo, em cabeçada de Endrick, substituído por Marquinhos aos 21 do 2º tempo, um minuto após assistência para Marlon Gomes marcar o gol de empate. O gol da virada foi de Gabriel Pirani, aos 30, um minuto após substituir Rikelme. O meia Patrik Mercado marcou o gol do Equador, aos 21, de fora da área, com desvio no zagueiro Artur.

FOI A 7ª VITÓRIA EM 10 JOGOS do técnico mineiro Ramon Menezes, ex-meia de 51 anos, que acertou nas substituições, dando mais dinâmica à seleção, após um primeiro tempo morno, sem criatividade, e meio nervosa, ao sofrer o gol do Equador, aos 14 minutos do segundo tempo. Ramon empatou 2 jogos e perdeu 1.

A SELEÇÃO DA VIRADA: Micael, Khellven, Artur, Fasson e Rikelme (Gabriel Pirani); Andrey (Ronald), Marlon Gomes e Alexsander; Mauricio (Gabriel Pec), Kennedy (Giovani) e Endrick (Marquinhos). Foi a segunda vitória de virada no pré-Olímpico, depois de Paraguai 4 x 3 Uruguai, que vencia por 2 x 0 e 3 x 1, no jogo com mais gols.

ALÉM DE SE GARANTIR por antecipação no quadrangular, em que só 1º e 2º irão aos Jogos Olímpicos de Paris – 26 de julho a 11 de agosto -, a seleção brasileira ainda será fiel da balança na decisão da segunda vaga. A Venezuela venceu a Colômbia (1 x 0), na noite de hoje (29), e com 5 pontos, só se classifica para o quadrangular, se vencer o Brasil 5ª feira (1), para ultrapassar o Equador, com 7 pontos.

DOS AUTORES DOS GOLS, só o meia Patrik Mercado, de 20 anos, joga no país, pelo Independiente del Valle. O meia Marlon Gomes, carioca de 20 anos, foi recém-vendido pelo Vasco ao Shakhtar, da Ucrânia, e o meia-atacante Gabriel Pirani, paulista de 21 anos, está emprestado pelo Santos ao D.C. United, de Washington.

O JOGO TEVE O MENOR PÚBLICO da seleção brasileira no pré-Olímpico, com menos de mil torcedores no Brígido Iriarte, em Caracas, estádio de 10 mil lugares, inaugurado em 1/1/1936 e onde foi disputado o 1º Mundial de Atletismo para surdos, em 2008. Brígido Iriarte foi o principal multiatleta venezuelano, que brilhou nos Jogos Olímpicos de 1952, em Helsínque, capital da Finlândia.

Foto: Joilson Marconne/CBF