Escolha uma Página

EM NOITE DE FESTA, com a 11ª taça de maior campeão brasileiro, o Palmeiras ganhou de virada do América Mineiro por 2 x 1, na noite de ontem (9), no Allianz Parque. O meia argentino Martin Benitez fez o gol do América aos 14, Gustavo Scarpa empatou de pênalti, e Murilo, de cabeça, o da virada, no 2º tempo.

DEPOIS DO JOGO o capitão Gustavo Gomez recebeu a taça, erguida e beijada por todos os jogadores e pela comissão técnica, sob aplausos de 30 mil torcedores, capacidade máxima reduzida do Allianz Parque, devido aos shows artisticos do fim de semana, que renderão alguns milhões ao Palmeiras.

FOI A DESPEDIDA do meia Gustavo Scarpa, de 28 anos, após cinco temporadas no clube, ganhando duas Libertadores consecutivas; dois campeonatos paulistas; a Recopa Sul-Americana e o Brasileiro de 2022, em que superou o uruguaio Arrascaeta, do Flamengo, e tornou-se líder de assistências (12).

GUSTAVO SCARPA havia feito o gol da vitória do turno sobre o América por 1 x 0, no estádio Independência, e pediu para bater o pênalti que o lateral Marcos Rocha sofreu ao ser calçado na área, aos 42 do 1º tempo. Scarpa vai jogar no Nottingham Forest, que ontem (9) eliminou o Tottenham na Copa da Liga Inglesa.

O PALMEIRAS teve tranquilidade e persistência na virada da noite da festa da taça de campeão. Antes do zagueiro Murilo marcar de cabeça o gol da vitória, aos 35 do 2º tempo, após cruzamento de Gabriel Menino, o time fez 24 finalizações e acertou três bolas na trave, em falta de Scarpa e cabeçadas de Zé Rafael e Rony.

COM 81 PONTOS, 23 vitórias, ataque mais positivo (66) e defesa menos vazada (24), o Palmeiras bateu seu próprio recorde de pontuação ao ganhar o 11º Campeonato Brasileiro. O último objetivo do time é o de terminar como único visitante sem derrota no jogo do próximo domingo (13) com o Internacional.

O TIME DA ÚLTIMA VITÓRIA EM CASA: Weverton, Marcos Rocha (Mayke), Gustavo Gomez, Murilo e Vanderlan; Danilo, Zé Rafael (Gabriel Menino) e Gustavo Scarpa (Atuesta); Dudu (Breno Lopes), Endrick (Bruno Tabata) e Rony. O técnico Abel Ferreira teve o nome gritado em coro pelos torcedores.

ENTRE OS ANTIGOS campeões convidados para a festa da entrega da taça, Ademir da Guia, de 80 anos, carioca de Bangu, o que mais vestiu a camisa do Palmeiras, com 153 gols em 902 jogos, entre 1962 e 1967, cinco vezes campeão paulista e brasileiro. Ao lado dele estava Dudu, volante da famosa Academia dos anos 60.

PALMEIRAS 2 x 1 AMÉRICA MINEIRO registrou R$2.025.716,76. 28.721 pagantes. O atacante Dudu completou 400 jogos e foi homenageado pelo Palmeiras pelos nove títulos ganhos no clube, destacando-se dois Campeonatos Paulistas, duas Libertadores, a Copa do Brasil e a Recopa Sul-Americana.

 NO ESTÁDIO Antonio Accioly, o meia-atacante catarinense Shaylon fez o gol do Atlético Goianiense aos 6 minutos e o meia uruguaio Terans marcou o do Athletico Paranaense aos 15. O empate deixou o Athletico em 6º com 55 pontos e o Atlético Goianiense em 17º com 35 pontos, ainda ameaçado de rebaixamento.

Fotos: JovemPan, CESAR GRECO e Divulgação