Escolha uma Página

COM TRÊS GOLS EM 13 MINUTOS, na virada sobre o São Paulo por 3 x 1, neste sábado (5), no Maracanã, Cano se consolidou como o principal artilheiro do Fluminense em uma temporada, com 42 gols, superando os 39 de Magno Alves em 2002 e de Doval em 1976, então o principal goleador estrangeiro do clube.

CANO É O MAIOR ARTILHEIRO estrangeiro em uma temporada da Série A, com 24 gols, mais 3 que o colombiano Aristizábal, campeão brasileiro em 2003 no Cruzeiro, e está a 2 gols de superar Gabriel, do Flamengo, com 25 em 2019, e de ser o terceiro dos anos 2000, depois de Dimba, do Goiás, com 31 em 2003, e Washington, do Atlético Paranaense, com 34 em 2004.

O SÃO PAULO FEZ 1 x 0, gol de Luciano, artilheiro do Fluminense em 2018-19, aos 29 do 1º tempo, e na volta do intervalo, Cano empatou logo no 1º minuto, após rebote do goleiro. Marcou o 2º aos 10, completando cruzamento rasteiro de Mateus Martins, e fez o 3º aos 13, de cabeça, após cruzamento de Ganso. 

A TRÊS MESES DE COMPLETAR 35 anos, nascido em 2 de fevereiro de 1988, em Lomas de Zamora, município da Zona Sul de Buenos Aires, German Cano está feliz e renova o desejo de continuar no Fluminense, sem prazo determinado para concluir a carreira. O contrato dele só terminará em dezembro de 2023.

O FLUMINENSE é o 9º clube de Cano, que começou campeão argentino em 2007 no Lanús. Maior artilheiro do Independiente Medellin, com 129 gols, viveu uma de suas melhores temporadas na Colômbia, onde conheceu Rocío, sua esposa. Comemora os gols com L, homenageando o filho colombiano Lorenzo.

GERMAN CANO também destaca a gratidão pelo Vasco, que o contratou em 2020, e saiu com 43 gols em 101 jogos, segundo principal artilheiro estrangeiro do clube: “O ambiente no Vasco sempre foi muito bom e fiz boas amizades”. Ele vai torcer e espera que o Vasco se classifique para voltar à Série A em 2023.

O HAT-TRICK DE CANO na virada sobre o São Paulo foi o segundo com a camisa do Fluminense, depois dos três gols que marcou em 26 de maio nos 10 x 1 no Oriente Petrolero, na Bolívia, pela última rodada da Copa Sul-Americana. Cano quer se despedir da torcida, 4ª (9), no Maracanã, marcando pelo menos um gol no Goiás.

FOI A 19ª VITÓRIA DO FLUMINENSE em 35 jogos, 11ª como mandante, 4ª sem sofrer gol. Em 18 jogos em casa, marcou 36 gols e sofreu 20. O time está invicto nos confrontos de 2022 com os paulistas: 2 x 2 e 3 x 1 no São Paulo; 4 x 0 e 2 x 0 no Corinthians; 0 x 0 e 2 x 2 com Santos; 1 x 1 e 1 x 1 com Palmeiras; 2 x 1 no Bragantino, com quem fará o jogo da última rodada como visitante.

O TIME DA VIRADA com o hat-trick de Cano: Fábio, Samuel Xavier, Nino (Nathan), Manoel e Cristiano (Alexsander); André, Martinelli, Yago (Mateus Martins) e Ganso (Felipe Melo); Jhon Arias e Cano (Michel Araújo). Nos 35 jogos do Brasileiro de 2022 foi o 8º jogo em que o time não sofreu gol, 4º em casa.

FLUMINENSE 3 x 1 SÃO PAULO registrou R$1.121.292,50. 38.839 pagantes. O árbitro gaúcho Anderson Luis Daronco recorreu ao VAR para confirmar o 1º gol de Cano, que chegou a anular por impedimento. O único advertido do Fluminense com cartão amarelo foi o zagueiro Nino, que não estava pendurado.

O FLUMINENSE impôs ao São Paulo a 9ª derrota, 5ª como visitante e 3ª sem fazer gol. O técnico Fernando Diniz está com a renovação de contrato bem adiantada e até já analisa o mercado visando às contratações, de acordo com a política de investimento do clube. O objetivo principal é a Libertadores.

CORINTHIANS VENCE NO FINAL

COM O GOL DE YURI ALBERTO, aos 45 do 2º tempo, o Corinthians venceu o Ceará por 1 x 0, na noite de ontem (5), diante de 41.172 pagantes na Arena Corinthians. R$2.208.811,00. O Corinthians é 4º, com 64 pontos, igual ao Fluminense, mas com menos uma vitória (18 a 19). Com a 14ª derrota, o Ceará é 17º com 34 pontos.

O CORINTHIANS ainda aguarda a decisão do técnico português Vítor Pereira sobre a permanência em 2023. O clube já manifestou interesse em que continue, mas ele voltou a dizer, após a vitória da noite de ontem (5), que prefere esperar pela decisão da família, que estará em São Paulo nos próximos dias.

Foto: André Durão e Mailson Santana/Fluminense