Escolha uma Página

COM A VIRADA SOBRE O BAHIA POR 2 X 1, na Arena da Baixada, em Curitiba, o Athletico Paranaense se classificou às quartas de final e manteve o sonho do técnico gaúcho Luiz Felipe Scolari, de 73 anos, de ganhar pela quinta vez a Copa do Brasil. Felipão ganhou o único título do Criciúma, em 1991, e depois foi campeão em 1994 com o Grêmio, e em 1998 e 2012 com o Palmeiras.

O ATHLETICO JÁ HAVIA VENCIDO O JOGO DE IDA por 2 x 1, na Arena Fonte Nova, em Salvador, e só precisava do empate. Mas o Bahia abriu o placar logo aos 4 minutos, com o belo gol de bicicleta do atacante paulistano Mateus Davó, emprestado pelo Corinthians. O Furacão, como é chamado pelos torcedores, não fez bom primeiro tempo, mas foi poupado das vaias.

NA VOLTA DO INTERVALO, bem mais ligado no jogo, o Athletico Paranaense dominou a maior parte, mas só conseguiu empatar aos 32 minutos, com o gol do volante mineiro Erick, de 24 anos. O resultado já garantia a classificação, mas o Athletico obteve a virada com méritos, nos acréscimos, com o gol do atacante paranaense Rômulo, de 20 anos, pouco depois de substituir Canobbio.

BENTO, GOLEIRO QUE ASSUMIU a posição com a saída de Santos para o Flamengo, Khellven, Pedro Henrique (Matias Felipe), Nico e Abner (Pedrinho); Erick. Hugo Moura e Terans; Canobbio (Rômulo), Pablo (Mateus Fernandes) e Pedro Rocha (Cuello), o Athletico, do técnico Luiz Felipe Scolari, classificado às quartas de final da Copa do Brasil.

NO PRÓXIMO SÁBADO (16), confronto de técnicos gaúchos vitoriosos, na abertura da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Luiz Felipe Scolari, de 73 anos, natural de Passo Fundo, receberá Mano Menezes, de 60 anos, nascido em Passo do Sobrado. Ambos já dirigiram a seleção brasileira: Mano ganhou a medalha de prata dos Jogos Olímpicos de 2012 em Londres. Scolari ganhou a última Copa do Mundo em 2002 no Japão.

Foto: ESPN