Com a virada da noite de ontem (8), no Morumbi (2 x 1), sobre o Goiás, último colocado, o São Paulo, com 33 pontos, aumentou a pressão sobre o Atlético (32) e o Flamengo (35), que se enfrentam hoje (8), no Mineirão. O Atlético recupera o terceiro lugar, vencendo ou com empate, por ter mais uma vitória (10 a 9) que o São Paulo, porém o empate não é bom para o Flamengo, que só mantém a vice-liderança, mas pode ficar a 2 pontos do Internacional (35), se o líder vencer em casa o Coritiba.

VAR CONFIRMOU – O Goiás fez 1 x 0 aos 19 minutos, com o primeiro gol em seis jogos do atacante Fernandão, carioca de 33 anos, formado na base do América em 2006/07, emprestado pelo Bahia. O São Paulo empatou aos 24, com o sexto gol do atacante Brenner, de cabeça, após cruzamento do lateral espanhol Juanfran. O árbitro teve certeza de que a bola tranpôs a linha, apesar do esforço do goleiro Tadeu, e confirmou o gol, antes mesmo de rever o lance na tela do VAR. Gol bem confirmado.

GOL DA VIRADA – Foi do meia Igor Gomes, de 21 anos, paulista de São José do Rio Preto, o gol da virada do São Paulo, aos 34 do segundo tempo, com chute no canto. Ele não fazia gol desde a noite de 11 de março, quando marcou o terceiro dos 3 x 0 na LDU, do Equador, pela fase de grupos da Libertadores. O Goiás completou 10 jogos sem vencer – 4 empates, 6 derrotas -, desde 10 de agosto, em Goiânia, quando ganhou (1 x 0, Vinícius), do Internacional, mesmo com menos um, pela expulsão do lateral Jeferson logo aos três minutos.

SÃO PAULO – Tiago Volpi, Juanfran (Igor Vinicius), Diego (Pablo), Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Gabriel Sara (Arboleda), Igor Gomes e Vítor Bueno (Hernanes); Luciano e Brenner (Rodrigo Nestor). O time do técnico Fernando Diniz, mineiro de 46 anos, completou 10 jogos sem perder, com a quinta vitória e cinco empates. Terceiro com 33 pontos em 17 jogos – 9 vitórias, 6 empates, 2 derrotas, saldo de 15 gols (26 a 11) -, o São Paulo tem três jogos adiados, já remarcados: dia 25, em Fortaleza, com o Ceará, e em dezembro, dia 3, em Goiânia, com o Goiás, e dia 9, no Morumbi, com o Botafogo.

VIRADA DO FURACÃO – O Athletico Paranaense voltou a vencer depois de onze jogos, com a virada (2 x 1) sobre o Fortaleza, no primeiro jogo da noite de ontem (7), na Arena da Baixada, em Curitiba. Bergson fez o gol do Fortaleza aos 18 minutos, e na volta do intervalo, três minutos após substituir Reinaldo, Carlos Eduardo empatou aos 10. Só nos acréscimos, aos 47, Renato Kayzer fez o gol da virada do Athletico, décimo sétimo, primeiro do rebaixamento, com 19 pontos.

OUTRO EMPATE – Há duas semanas, no jogo adiado do turno, Corinthians e Atlético Goianiense ficaram no 0 x 0 na Arena Corinthians. Na noite de ontem (7), no Estádio Olímpico de Goiânia, 1 x 1. O zagueiro Oliveira fez o gol do Atlético, e o lateral Fabio Santos, de pênalti, empatou no segundo tempo. O Corinthians é nono, com 25 pontos, mas cai se Ceará (23) e Sport (24) vencerem hoje (8). O Atlético Goianiense, sem vitória há seis jogos – 2 empates, 4 derrotas -, é décimo terceiro com 23 pontos.

BAHIA x BOTAFOGO – Mesmo que vença o Bahia, hoje (8), em Salvador, o Botafogo não sairá do décimo quarto lugar: empatará em pontos (23) com o Atlético Goianiense, que tem mais vitórias (5 a 3), primeiro quesito de desempate. VASCO x PALMEIRAS – Se vencer o Palmeiras, o Vasco ficará com 22 pontos e pode subir duas posições, terminando a rodada em décimo quarto, desde que o Botafogo (20) e o Bahia (19) não vençam. O melhor resultado para o Vasco, em Bahia x Botafogo, é o empate.

FLUMINENSE x GRÊMIO – O Fluminense, com 32 pontos, pode subir do quinto para o terceiro, com 35, se vencer o Grêmio, desde que o Atlético (32) não vença o Flamengo, porque teria mais uma vitória. Se o Fluminense ganhar do Grêmio e o Flamengo perder do Atlético, ficam iguais em pontos (35), o Fluminense se iguala ao Flamengo em vitórias (10) e passa a ter vantagem no saldo de gols, em que, antes dos jogos de hoje (8) estão iguais, com saldo 8.

INTER x CORITIBA – Com 35 pontos, igual ao Flamengo, mas com vantagem no saldo de gols (14 a 8), o Internacional terá que confirmar o favoritismo no jogo de hoje (8), em Porto Alegre, com o Coritiba, para abrir vantagem de pontos na liderança, desde que o Flamengo não ganhe do Atlético, que, sempre bom lembrar, tem um jogo adiado com o Athletico Paranaense, no Mineirão. Os números dependem dos resultados deste segundo domingo (8) de novembro.