O Ceará subiu oito posições, saindo do penúltimo para o décimo primeiro lugar, ao vencer (2 x 0) o Atlético Goianiense, neste último domingo (30) de agosto, com os gols de Vinícius e Lima, no segundo tempo de um jogo em que teve domínio quase total, mesmo como visitante, no Estádio Olímpico, em Goiânia. Foi a segunda vitória do Ceará, primeira como visitate, e a terceira derrota consecutiva do Atlético, complicando a estabilidade do técnico paulista Vagner Mancini.

CEARÁ – Fernando Prass, Samuel Xavier, Tiago, Lacerda e Bruno Pacheco; Charles, Fabinho e Sobral; Vinícius (Lima), Leandro (Gonçalves) e Cleber (Sobis). Técnico – Guto Ferreira. A vitória do Ceará valorizou muito o clássico da próxima quarta (2), na Arena Castelão, com o Fortaleza, que subiu nove posições e terminou a sexta rodada em sétimo lugar ao vencer (3 x 0) o Bragantino.

ATLÉTICO – Jean, Dudu (João Victor), Eder, Gilvan e Nicolas; Edson, Marlon, Ferrareis (Vargas) e Jorginho (Frizzo); Everton Felipe (Janderson) e Hyuri (Chico). Técnico – Vagner Mancini. Último com 4 pontos – 1 vitória (3 x 0 no Flamengo), 1 empate, 4 derrotas, 4 gols marcados e 8 sofridos -, o Atlético Goianiense fará o próximo jogo, quarta (2), com o Botafogo, no estádio Nilton Santos.

EXPULSÃO – O meia Marlon, do Atlético Goianiense, foi expulso aos 32 do segundo tempo, após agredir com o braço o meia Sobral, que ficou caído. O árbitro Igor Benevenuto, de 39 anos, da Federação Mineira, também acertou nas advertências com cartão amarelo ao meia Frizzo, do Atlético Goianiense, e ao zagueiro Tiago e ao atacante Lima, do Ceará.

Foto: Vozão TV/Reprodução