Mesmo com equipe mista, o Athletico, tricampeão paranaense, ganhou bem do Fortaleza (2 x 0), na noite de ontem (8), no estádio Castelão. O jogo foi definido no primeiro tempo, e na volta do intervalo os visitantes apenas fizeram o tempo passar, sem serem ameaçados pelo Fortaleza, ainda sob o impacto da eliminação na Copa do Nordeste. O atacante Vitinho fez 1 x 0 aos 21, após cruzamento do lateral Jonathan, e o meia Leo Cittadini, aos 47, completou a boa assistência de Nikão.

EXPULSÃO – O zagueiro colombiano Juan Quintero, de 25 anos, 1,74m, agrediu com um soco o atacante Nikão, sendo expulso no ato pelo árbitro Braulio Machado, da Federação Catarinense e da FIFA, aos 23 do segundo tempo. O técnico Rogerio Ceni, do Fortaleza, terá que alterar a defesa para o próximo jogo, quinta (13), com o São Paulo, no Morumbi. O rendimento do tricolor cearense foi muito abaixo do esperado. O time voltou a criar pouco e não fez gol pelo segundo jogo.

DORIVAL JUNIOR, técnico do Athletico Paranaense, deve recompor o time, com a volta da maioria dos titulares no próximo jogo, quarta (12), na Arena da Baixada, com o Goiás, que estreia hoje (9), em Goiânia, com o São Paulo.

CORITIBA DECEPCIONA – Depois de perder os dois jogos da decisão do Campeonato Paranaense com o Athletico, o Coritiba voltou a decepcionar na noite de ontem (8), ao sofrer a terceira derrota consecutiva, sem fazer gol em duas. No estádio Couto Pereira, o time do técnico carioca Eduardo Barroca, o mais jovem do Campeonato Brasileiro, com 38 anos, perdeu (1 x 0) para o Internacional, do técnico argentino Eduardo Coudet

PAOLO GUERRERO aproveitou a boa assistência do meiaTiago Galhardo, aos 27 do segundo tempo, para dar a vitória ao Internacional, dois dias depois de eliminado da decisão gaúcha pelo arquirrival Grêmio, que recebe hoje (9) o Fluminense, na estreia de ambos. Tiago Galhardo, ex-Vasco, estava na reserva e cinco minutos após substituir Praxedes criou a jogada do único gol da noite. O Inter joga quinta (13), em Porto Alegre, com o Santos, que promove hoje (9) a estreia do técnico Cuca, no jogo com o Bragantino, na Vila Belmiro.

REFORÇO – O Internacional confirmou a chegada durante a semana do zagueiro Lucas Ribeiro, baiano de 21 anos, 1,90m, emprestado pelo Hoffenheim, sexto do último Campeonato Alemão, até dezembro de 2021. Desde 2019 no time alemão, ele só participou de três jogos. Coritiba 0 x 1 Internacional teve a primeira atuação do árbitro carioca Bruno Arleu Araújo no Brasileiro, desde que foi promovido à FIFA. Ele advertiu cinco com cartão amarelo, dois do Coritiba.

CINCO GOLS – O Sport voltou à Série A ganhando (3 x 1) do Ceará, na noite de ontem (8), na Ilha do Retiro, em Recife. Depois de fazer 2 x 0 em 14 minutos, com os gols de Elton, aos 20 e aos 34, sofreu o gol de Cleber aos 36, mas ampliou para 3 x 1 aos 42, com o gol do meia Jonathan Gomez. No segundo tempo, o atacante Victor fez o segundo gol do Ceará aos 12, mas o campeão da Copa do Nordeste não teve forças para empatar.

EDINA BATISTA, da Federação Paulista e da FIFA, com atuação correta, aplicou seis cartões amarelos, três em cada time. Credenciado pela boa estreia, o Sport vai a São Januário para o próximo jogo, quinta (13), com o Vasco, que deveria estrear hoje (9), mas o jogo com o Palmeiras foi adiado porque ontem (8) o Palmeiras decidiu (e ganhou) o Campeonato Paulista na final com o Corinthians (4 x 3 nos pênaltis, após 1 x 1).

ESTRANGEIROS – Neste segundo domingo (9) a rodada de abertura terá o confronto de técnicos estrangeiros. O espanhol Domènec Torrent estreará no Flamengo e o argentino Jorge Sampaoli, vice-campeão em 2019 no Santos, dirigirá o Atlético Mineiro pela primeira vez no Campeonato Brasileiro. O jogo será às 16 horas, com um minuto de silêncio em homenagem aos mais de 100 mil brasileiros mortos pela Covid-19.

Foto: Lance.