Escolha uma Página

COM ATUAÇÃO MUITO APLICADA, o início do Vasco no Campeonato Brasileiro de 2024 foi animador, com a vitória por 2 x 1 sobre o Grêmio, sete vezes consecutivas campeão gaúcho e vice-campeão brasileiro de 2023, na tarde deste domingo (14), em São Januário. R$933.668,00. 17.722 pagantes.

O TIME JOGOU DE CAMISA PRETA, com a frase Valeu, Roberto, acompanhando a faixa diagonal branca, em homenagem ao maior artilheiro do Brasileiro, que sábado teria completado 70 anos, nascido em 13 de abril de 1954, no bairro São Bento, em Duque de Caxias, segundo maior município do estado do Rio de Janeiro.

SUPERIOR DESDE O COMEÇO, o Vasco já saiu para o intervalo com 2 x 0, gols de David, aos 24 minutos, aproveitando o rebote do goleiro argentino Marchesin, e o primeiro de Mateus Carvalho, aos 37, emendando de primeira, de pé direito, no canto esquerdo, o escanteio que Rossi bateu de curva da direita.

A ÚNICA FALHA DA DEFESA do Vasco resultou no gol do Grêmio, que Gustavo Martins marcou de pé direito, livre na pequena área, aos 22 minutos do 2º tempo, após escanteio da esquerda do lateral Cuiabano. No 28º jogo como mandante, 16ª vitória do Vasco sobre o Grêmio, que só ganhou quatro vezes em São Januário.

O TIME DA ESTREIA VITORIOSA: Leo Jardim, Paulo Henrique (Rojas), Medel (João Victor), Leo e Lucas Piton; Mateus Carvalho, Juan Sforza e Galdames (JP); Rossi (Rayan), Pablo Vegetti e David (Adson). O Vasco visita o Bragantino, 4ª feira (17), e faz o clássico da 3ª rodada com o Fluminense, domingo (21), no Maracanã.

O ÁRBITRO PAULISTA Flavio de Souza errou, mesmo após rever no VAR, em não marcar pênalti de Lucas Piton, que aos 44 do 1º tempo, dominou a bola com o braço direito, em disputa com o atacante Diego Costa. E acertou nos cartões amarelos ao técnico Ramon Diaz, João Victor, Juan Sforza e Rossi, que simulou pênalti.

VASCO 2 x 1 GRÊMIO registrou 29 faltas, 19 do Vasco, que voltou a disputar um jogo oficial depois de um mês, quando foi eliminado pelo Nova Iguaçu nas semifinais do Campeonato Carioca. O time mostrou evolução nos acertos de passes, aproximando-se de 90% de precisão, mas precisa melhorar nas finalizações.

Fotos: Leandro Amorim