Escolha uma Página

A vitória do Botafogo sobre o São Paulo por 1 x 0, gol de cabeça de Mateus Babi, aos 13 minutos do segundo tempo, na noite de ontem (22), no estádio Nilton Santos, pode ajudar o Fluminense a conseguir a vaga na fase de grupos da Libertadores 2021, se vencer o Fortaleza, no Maracanã, e o São Paulo perder para o Flamengo, no Morumbi. O Fluminense tem 61 pontos e o São Paulo 63, ambos com 17 vitórias, mas o saldo de gols do São Paulo é superior ao do Fluminense (17 a 11).

PRIMEIRA DO ANO – Rebaixado quando ainda faltavam quatro rodadas, o Botafogo conseguiu a primeira vitória em 2021, depois de oito derrotas e um empate. A última vitória havia sido em 19 de dezembro de 2020 sobre o Coritiba (2 x 1, de virada), no estádio Couto Pereira, em Curitiba, e a última vitória no estádio Nilton Santos, em 7 de outubro de 2020, quando saiu do rebaixamento e tirou a invencibilidade de 20 jogos do Palmeiras – 10 vitórias, 10 empates -, que saiu do G4.

OS PÊNALTIS – Como na noite de ontem (22), em que o goleiro Diego Loureiro garantiu o 1 x 0, ao defender no canto esquerdo o pênalti batido pelo atacante Luciano, aos 39 do segundo tempo, nos 2 x 1 do 7 de outubro, o goleiro Diego Cavalieri defendeu o pênalti que cometeu em Willian e que o próprio atacante bateu. Cavalieri era o titular porque Gatito estava com o Paraguai nas eliminatórias. O Botafogo era dirigido por Bruno Lazaroni, que com a vitória tirou o time do rebaixamento.

ESCALAÇÕES – O time dos 2 x 1 de outubro de 2020: Diego Cavalieri, Kevin, Benevenuto, Kanu e Victor Luis; Forster (Kalou), Caio Alexandre (Sousa) e Honda (Renteria); Rhuan (Guilherme Santos), Mateus Babi e Pedro Raul (Warley). O time da noite de ontem (22): Diego Loureiro, Kevin, Benevenuto, Sousa e Hugo; Luis Otavio (Barrandeguy), Kayque (Mateus Babi), Warley (Araújo) e Nazario (Cesinha); Enio e Rafael Navarro (Mateus Nascimento). Técnico – Lucio Flavio.

AS VITÓRIAS – Nos 2 x 1 de 7 de outubro de 2020, o Botafogo fez dois gols em três minutos: Pedro Raul, 1 minuto, e Caio Alexandre, aos 4. Willian marcou o gol do Palmeiras aos 31; o time que estava invicto há 20 jogos era dirigido por Vanderlei Luxemburgo, que havia ganhado o Campeonato Paulista. No 1 x 0 da noite de ontem (22), o gol de Mateus Babi, de cabeça, também foi no segundo tempo, após cruzamento sob medida de Warley, aos 13 minutos.

EXPULSÃO – O árbitro Braulio Machado, da Federação Catarinense e da FIFA, puniu com cartão vermelho direto, em decisão acertada, o lateral-esquerdo Reinaldo, do São Paulo, que agarrou Warley pela camisa, aos 30 minutos do primeiro tempo, quando o meia do Botafogo iniciava a arrancada para o contra-ataque. O Botafogo só teve três advertidos com cartão amarelo: Luis Otávio e Rafael Navarro. O outro cartão foi para Rafael Navarro, que ainda estava na reserva, por reclamação.

DIFERENTE – Das cinco vitórias do Botafogo em 37 jogos, só a da noite de ontem (22) não foi por 2 x 1, como sobre o Atlético Mineiro, em 20/8/2020, e o Palmeiras, em 8/10/2020, em casa, ambas no turno, e sobre o Sport, em 11/10/2020, e o Coritiba, em 19/12/2020, ambas no returno, como visitante. O Botafogo tem 27 pontos – 5 vitórias, 12 empates, 20 derrotas, saldo negativo de 29 gols (31 a 60) – e mesmo que vença o Ceará, na rodada final, não deixará de ser o último colocado.

Foto: Esporte R7