Primeiro campeão do mundo como jogador e técnico, titular em todos os jogos das  Copas de 58 e 62, e o mais jovem, ao comandar a seleção de 70, a melhor de todos os tempos, Zagallo foi aclamado na festa dos melhores de 2019, ao entregar o prêmio ao português Jorge Jesus, primeiro técnico europeu a ganhar o Campeonato Brasileiro, na noite de ontem (9), no Armazém Dois do Píer Mauá, na Zona Portuária do Rio de Janeiro.

PRESTÍGIO – Caminhando com o apoio do filho mais velho Mario Cesar, Zagallo, de 88 anos, levantou-se da plateia, subiu os seis degraus, e ao chegar ao palco foi aplaudido de pé pelos dois mil convidados. Ele entregou o prêmio a Jorge Jesus, de 65 anos, que mostrou muito respeito e carinho, ao abraçá-lo e beijá-lo, sob muitos aplausos.

A HISTÓRIA – O técnico do Flamengo disse que “Zagallo é a própria história do futebol mundial”. Alagoano de Atalaia, Zagallo foi do primeiro tricampeonato (53-54-55) do Flamengo no Maracanã, e no Botafogo, bicampeão como jogador em 61-62 e como técnico  em 67-68. Depois dele, o volante alemão Franz Beckenbauer, em 90, e o meia francês Didier Deschamps, em 98,também foram campeões do mundo como jogador e técnico.

Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA

100% RUBRO-NEGRA – O goleiro Santos e o apoiador Bruno Guimarães, do Athletico Paranaense, campeão da Copa do Brasil, completaram a seleção 100% rubro-negra dos melhores do Brasileirão 2019, que teve nove do Flamengo e foi formada por Santos, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luis; Bruno Guimarães, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabriel.

TRÊS PREMIADOS – O vice-artilheiro Bruno Henrique recebeu o prêmio de Craque do Brasileirão e exaltou o apoio do clube e da torcida: “Foi o ano mais feliz da minha vida profissional”. O uruguaio Arrascaeta sorriu ao rever no telão o gol de bicicleta que marcou no Ceará, eleito Gol Mais Bonito do Brasileirão, e brincou: “O Rafinha tem direito a 50%, pelo cruzamento, que foi na medida”

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

O prêmio Craque da Galera, através de votação nas redes sociais, foi do meia Everton Ribeiro. O atacante Michael, de 22 anos, artilheiro do Goiás, ganhou o prêmio de Craque Revelação. Pela primeira vez, a seleção dos melhores se estendeu ao futebol feminino, com destaque para a Ferroviária, de Araraquara, campeã brasileira, e Corinthians, campeão da Libertadores.

APITO GOIANO – O prêmio de melhor árbitro do Brasileirão 2019 foi entregue a Wilton Pereira Sampaio, da Federação Goiana, pelo ex-árbitro gaúcho Leonardo Gaciba, que preside a Comissão de Arbitragem da CBF.

NO ENCERRAMENTO da festa, o presidente Rodolfo Landim, ao lado de todos os jogadores do Flamengo, ergueu a taça que lhe foi entregue pelo presidente da CBF. Em seguida, Landim entregou a taça a Everton Ribeiro, capitão dos campeões brasileiros de 2019, que compartilhou da alegria com todos os companheiros.

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF