Escolha uma Página

A SELEÇÃO BRASILEIRA completa nesta 5ª (25) cinco meses e quinze dias sem técnico, desde a saída de Tite, na 6ª feira, 9 de dezembro de 2022, eliminada pela Croácia (1 x 1, 4 x 2 nos pênaltis), nas quartas de final da Copa do Mundo do Catar. O período é igual ao da saída de Luiz Felipe Scolari, em 9 de agosto de 2002, após a última Copa que o Brasil ganhou – 2 x 0 na Alemanha, em 30 de junho -, e a entrada de Carlos Alberto Parreira, que voltou em 8 de janeiro de 2003.

A CONFEDERAÇÃO Brasileira de Futebol encontra duas dificuldades: a da escolha do substituto de Tite, aniversariante de hoje (25), e a de adversários para os amistosos das datas Fifa. Em 25 de março, com o interino Ramon Menezes, técnico da seleção sub-20, que ontem (24) goleou a República Dominicana por 6 x 0 no Mundial da Argentina, a seleção só fez um jogo de data Fifa, que perdeu para o Marrocos por 2 x 1, em amistoso na cidade portuária de Tânger.

AS PRÓXIMAS DATAS FIFA serão entre 12 e 20 de junho. O Brasil só conseguiu dois adversários de baixo nível técnico, Senegal (27º) e Guiné (82º). Os amistosos deverão ser em dois dos mais bonitos palcos de futebol da Europa, o estádio da Luz, do Benfica, em Lisboa, e o Camp Nou, do Barcelona. Mas as datas não foram definidas, assim como ainda não se sabe quando será a convocação, que precisa ser feita com antecedência, nem quem vai dirigir a seleção.

O MUNDIAL SUB-20 em andamento na Argentina será encerrado no domingo, 11 de junho, com o técnico Ramon Menezes confiante que o Brasil estará na final, o que tornaria difícil, se não impossível, que ele esteja com a seleção principal na Europa. O técnico preferido é Carlo Ancelotti, mas ele vai cumprir o contrato com o Real Madrid até junho de 2024. A CBF não admite que o técnico não seja estrangeiro e diz ter paciência para esperar.

NO MUNDIAL SUB-20 da Argentina, o Brasil teve no ponta Savio, de 19 anos, capixaba de São Mateus, o destaque da goleada de 6 x 0 de ontem (24) na República Dominicana. Ele marcou o primeiro gol e deu assistências para os gols de Marcos Leonardo (Santos) e Pedroso (Coritiba). Savio foi tricampeão mineiro (2020-21-22) no Atlético e comprado em 2022 pelo Grupo City, dono do Troyes, da França, que o emprestou ao PSV, onde ganhou a Copa da Holanda. Os outros gols foram de Giovane (Palmeiras) e Marlon (Vasco), que deu assistência para Mateus Martins (Watford) marcar o 6º.

A SELEÇÃO BRASILEIRA sub-20 reabilitou-se bem da derrota na estreia para a Itália (3 x 2), e vai tentar a segunda vitória no jogo decisivo de sábado (27), no estádio Malvinas Argentinas, com a invicta Nigéria, líder do Grupo D com duas vitórias: 2 x 1 na República Dominicana e 2 x 0 na Itália, na noite de ontem (24). A Nigéria é o país africano com mais participações (13) em Mundiais sub-20. Argentina, 6 títulos, e Brasil, 5, os maiores vencedores.